Identificação de fontes de resistência ao nematoide-das-galhas em solanáceas

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: CARVALHO, Henrique Martins Gianvecchio

As hortaliças, especialmente plantas da família solanáceas, são severamente afetadas por nematoides e, muitas vezes, são registradas perdas de até 100%, dependendo da infestação da área e da suscetibilidade da cultivar. A importância de fitonematoides para plantas da família das solanáceas é de abrangência mundial, principalmente em regiões tropicais, onde em determinadas situações é praticamente impossível o cultivo dessas hortaliças em áreas com a presença destes organismos. No Brasil, os problemas causados por nematoides em hortaliças são intensificados pela existência de grandes áreas com cultivo praticamente interrupto, pela falta de legislação rigorosa de quarentena e, principalmente, pela carência de cultivares resistentes. O controle por meio de nematicidas é uma prática antieconômica e que ocasiona, quase invariavelmente, a contaminação do meio ambiente. Diante disso, este projeto tem como objetivo principal avaliar coleções de germoplasma de tomate, pimentão, pimenta, berinjela e jiló quanto à resistência ao nematoide-das-galhas para identificar genótipos que possam ser utilizados como fonte de resistência em programa de melhoramento e desenvolvimento de novas cultivares, bem como gerar potenciais marcadores moleculares “funcionais”. Essas fontes de resistência genética podem viabilizar e ampliar as áreas de plantios e disponibilizar materiais para utilização em programa de rotação de culturas, minimizando os problemas nematológicos enfrentados pelos agricultores e aumentando a qualidade e a quantidade dessas hortaliças nas diversas localidades do Brasil.

Ecossistema: Região dos Cerrados

Situação: concluído Data de Início: 01/2014 Data de Finalização: 12/2016

Unidade Lider: Embrapa Hortaliças

Líder de projeto: Jadir Borges Pinheiro

Contato: jadir.pinheiro@embrapa.br

Galeria de imagens