ESTUDO GENÔMICO DA RESISTÊNCIA AO CARRAPATO RHIPICEPHALUS (BOOPHILUS) MICROPLUS E DO NÍVEL DE INFECÇÃO POR BABESIA BOVIS, EM BOVINOS DA RAÇA ANGUS

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: Márcia Prata

O carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus e as doenças transmitidas por ele representam um dos principais entraves ao aumento da produtividade da bovinocultura de corte nas regiões tropicais, especialmente em sistemas que adotam a criação de animais taurinos. Por serem mais suscetíveis, tais animais recebem tratamentos contínuos de carrapaticidas. O uso indiscriminado desses medicamentos levou ao surgimento de populações de carrapatos resistentes a maioria dos princípios químicos disponíveis, além de produzirem contaminações do ambiente e dos produtos de origem animal. O projeto busca avaliar a habilidade de predição e a possibilidade da aplicação da seleção genômica nas características resistência ao carrapato B. microplus e do nível de infecção por B. bovis, em bovinos da raça Angus. Estudos de associação genômica ampla (GWAS) também serão conduzidos e genes candidatos serão prospectados caso sejam observadas, no GWAS, regiões cromossômicas com evidência de efeito expressivo sobre as características estudadas. Os resultados das análises de seleção genômica e de GWAS auxiliarão na avaliação da possibilidade de condução de uma seleção mais efetiva para a característica resistência ao carrapato e viabilidade de incorporação da característica nível de infecção por babésia nos programas de melhoramento genético da raça Angus, no Brasil.

Situação: concluído Data de Início: 01/2014 Data de Finalização: 12/2016

Unidade Lider: Embrapa Pecuária Sudeste

Líder do Projeto: Márcia Cristina de Sena Oliveira

Contato: marcia.sena-oliveira@embrapa.br

Galeria de imagens