Convertido de: Estratégias de transferência de tecnologias de produção de mandioca para o aumento da competitividade e da sustentabilidade da cadeia produtiva na região Centro-Sul do Brasil (Fase I)

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: VALE, Alessandra

Os estados do Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo concentram um polo de produção e industrialização de mandioca que demanda há muito, tecnologias que assegurem melhor desempenho em vários segmentos da cadeia produtiva. Nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul a mandiocultura tem também expressão econômica e social que justificam atenção da pesquisa aos gargalos que a atividade apresenta. Apesar de utilizar um sistema de produção semimecanizado, com uso de insumos, a atividade demonstra pontos de fragilidade, notadamente a dependência do sucesso das poucas variedades disponíveis, problemas com o material propagativo, o manejo do solo, o controle de ervas, a colheita das raízes e o manejo dos insetos-praga. A elevada expressão econômica da cadeia produtiva da mandioca nos polos e a dinâmica em busca de sustentabilidade e competitividade, o setor demanda fortemente soluções para esses problemas. Desde a implantação do Campo Avançado da Embrapa Mandioca e Fruticultura em 2008, muitos avanços já foram obtidos, com uma grande rede de parceiros envolvidos na cadeia produtiva, cooperando para a geração de soluções e inovações. Mais recentemente a Embrapa aprovou o Arranjo Manditec, onde se abrigam projetos voltados a gerar soluções e inovações para a atividade no âmbito da região Centro-Sul. Assim, o objetivo deste projeto é implementar processos e rotinas de transferência das tecnologias geradas no âmbito do polo centro-sul brasileiro de produção de mandioca. A estratégia está fundamentada em fortalecer e ampliar as relações de cooperação já estabelecidas ao longo dos últimos anos com os agentes da cadeia produtiva, envolvendo-os e agrupando as ações em quatro linhas principais: produção, certificação e oferta de material propagativo; capacitação de agentes multiplicadores; comunicação interna e externa e monitoramento da adoção de tecnologias.

Situação: em execução Data de Início: 01/2019 Data de Finalização: 12/2021

Unidade Lider: Embrapa Mandioca e Fruticultura

Líder do Projeto: Ildos Parizotto

Contato: ildos.parizotto@embrapa.br

Galeria de imagens