BRS Aqua - Ações estruturantes e inovação para o fortalecimento das cadeias produtivas da Aquicultura no Brasil Projeto Componente: PC Nutrição e Alimentação

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: MAY, Tomas

Esse projeto aborda diversas ações estratégicas na área de nutrição da tilápia e do tambaqui. A alimentação dos peixes na piscicultura assume um papel importante para crescimento sustentável da aquicultura. Aliada a nutrição, a alimentação está diretamente relacionada às respostas de crescimento, saúde e reprodução dos animais. Além disso, a ração fornecida de modo adequado pode reduzir os possíveis impactos ambientais.

Nas pisciculturas, os gastos com alimentação podem representar até 82% dos custos de produção. Assim, com o Projeto pretende-se desenvolver a nutrição do tambaqui e atualizar as informações para tilápias. Serão avaliados os coeficientes de digestibilidade dos principais ingredientes empregados em rações para ambas às espécies (quantidade aproveitada dos nutrientes e energia de cada ingrediente usado para compor as rações). Para o tambaqui serão determinadas as melhores relações entre proteína e energia; carboidrato e lipídio, visando o desenvolvimento de uma formulação mais adequada para a espécie, atendendo as necessidades de suas diferentes fases de crescimento: larvicultura, recria, engorda e terminação. Com base nessas informações, serão definidos protocolos alimentares para a produção intensiva em viveiros do tambaqui.

Para a tilápia, a pesquisa deve desenvolver um plano alimentar com informações atualizadas considerando genéticas mais atuais (linhagem de peixe e ingredientes melhorados) além da determinação do aproveitamento dos nutrientes e energia dos principais ingredientes que compõem as rações. Também, atualizações em exigências em proteína e manejo alimentar (quantidade de ração fornecida e número de tratos diários) considerando duas temperaturas para todas as fases de criação (alevinagem, recria, engorda e terminação). Por meio desse plano será possível garantir ajustes mais precisos para o real aproveitamento das rações (proteína digestível, produção de resíduos e análise econômica com relação ao rendimento de filé). Além disso, será estudada a inclusão de aditivos e coprodutos agroindustriais nas rações de tilápias para melhorar o desempenho e a saúde animal. O uso desses aditivos e coprodutos podem reduzir o impacto ambiental e os custos de produção e, por isso, serão avaliados.

Adicionalmente, o projeto avaliará a qualidade das rações buscando verificar os parâmetros de processamento e o monitoramento da qualidade química das mesmas. Assim, serão elaborados diagnósticos que poderão induzir melhorias no processamento. Já as avaliações de qualidade química acontecerão por meio da elaboração de um material de referência certificado que garanta qualidade nas análises laboratoriais de determinação de composição química (níveis de garantia, como proteína bruta) ou pela elaboração de uma curva de calibração adequada às rações de peixes para ser usada com uma tecnologia atual de equipamentos (NIR), capazes de analisar a composição das rações de forma rápida e sem utilizar reagentes.

Portanto, com esse Projeto será gerado e atualizado o conhecimento em nutrição (exigências e aditivos) e alimentação (manejo) de tambaqui e tilápias. E, tratando da qualidade da ração, a pesquisa deve contribuir com a geração de novas ferramentas metodológicas e parametrizadas que garantam análises certificadas e apropriadas para a ração dos peixes, além do monitoramento da qualidade do processamento executado pelas fábricas de ração.

Situação: em execução Data de Início: 01/2019 Data de Finalização: 05/2022

Unidade Lider: Embrapa Agropecuária Oeste

Líder do Projeto: Tarcila Souza De Castro Silva

Contato: tarcila.silva@embrapa.br

Galeria de imagens