Algodão sustentável em paisagens produtivas ecossociais no Cerrado brasileiro

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

A demanda por algodão cultivado em bases ecológicas vem crescendo no Brasil e no mundo nos últimos anos, criando oportunidades para geração de emprego e renda para diversas famílias de agricultores. Desde 2019, agricultores do Noroeste de Minas Gerais vem trabalhando para resgatar o cultivo dessa fibra em bases ecológicas. Este projeto, em parceria com o Instituto Sociedade, População e Natureza – ISPN, tem como objetivo capacitar produtores vinculados ao ISPN para o cultivo do algodão agroecológico visando o desenvolvimento e fortalecimento da cadeia produtiva na região. Com isso, espera-se contribuir para o aumento da área produzida e da produtividade do algodão orgânico no Noroeste de Minas Gerais, de forma sustentável, de modo a atender à crescente demanda do mercado por este produto.
Serão instaladas duas Unidades de Aprendizagem e Pesquisa Participativa - UAPs para treinamento de agentes multiplicadores para incorporação das tecnologias, produtos e processos gerados pela pesquisa para manejo em lavouras de algodão agroecológico. As ações serão concentradas nos municípios de Riachinho e Arinos, beneficiando também agricultores dos municípios de Bonfinópolis, Dom Bosco, Natalândia, Santa Fé de Minas e Uruana de Minas.

Situação: concluído Data de Início: 06/2021 Data de Finalização: 05/2023

Unidade Lider: Embrapa Algodão

Líder de projeto: Felipe Macêdo Guimarães

Contato: felipe.guimaraes@embrapa.br