Filtrar por:

Situações
Ecossistemas
Regiões
Unidades
Ordenação: data  |  alfabética
 

Nas últimas duas décadas, o agronegócio de melão no Brasil se expandiu nove vezes, alcançando produção estimada em 500 mil toneladas por ano, concentrada na Região Nordeste. A partir de 2007, o melão passou a ser a principal fruta nacional em volume de exportação e, em 2008, o Brasil foi o segundo maior exportador mundial. Quase a totalidade das cultivares de melão plantada no Nordeste são importadas, havendo demanda por cultivares melhor adaptadas, visto que as cultivares disponíveis foram dese ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/04/2012

A cadeia de melão é importante para o Brasil, onde se cultivam 17.000 ha/ano. Há demanda por cultivares mais adaptadas, visto que as cultivares disponíveis foram desenvolvidas em condições edafoclimáticas diferentes das predominantes no país e, por isso, não atendem as reais necessidades dos produtores, tanto em produtividade quanto em qualidade de frutos. O projeto tem o objetivo de desenvolver cultivares de melão dos tipos Amarelo, Gália, Tupã, Cantaloupe e Pele de Sapo, adaptadas às condições ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/02/2008

Nas últimas duas décadas, o agronegócio do melão expandiu nove vezes, alcançando aproximadamente 500 mil t/ano, concentradas na região Nordeste. Na safra 2015/16, o Brasil produziu 521.596 toneladas de melão, sendo que 42,9% da produção foi exportada (IBGE, 2016). A maioria das cultivares de melão é importada, logo, existe uma demanda por cultivares melhor adaptadas às condições brasileiras e com frutos de melhor qualidade, que atendem às reais necessidades dos produtores quanto à produtividade ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/07/2017

A fim de retomar o desenvolvimento de cultivares forrageiras para a região, a Embrapa e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) formalizaram, em 2011, um convênio juntamente a produtores de sementes (Associação Sul-Brasileira de Fomento à Pesquisa de Forrageiras - SULPASTO). Dentro da Embrapa, esta iniciativa resultou na estruturação do Arranjo Melhoramento Genético e Produção de Sementes de Forrageiras para a Região Sul do Brasil - FORSUL que tem como objetivo geral desenvolver nova ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/01/2015

Este projeto busca ampliar a oferta de cultivares de feijão-caupi com alto teor de proteínas e tolerância à seca para agricultores de Uganda, país do leste da África. O desenvolvimento das cultivares terá como resultado materiais gerados para condições específicas do semiárido, agregando resistência a doenças e valor de mercado.

Situação: concluído     Data de Início: 01/01/2013

Problemas fitossanitários concorreram para o declínio da agroindústria do tomate no Submédio do Vale do São Francisco, nos anos 1990. O surgimento de novas cultivares de tomate, com maiores tolerâncias às pragas e doenças, o aperfeiçoamento e desenvolvimento de novas técnicas de cultivo e, também, o aumento do poder aquisitivo da população brasileira, são condições capazes de estimular a retomada do cultivo para abastecer o mercado de consumo “in natura” ou de mesa, na região.

O princip ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/10/2011

O amendoim e o gergelim são tradicionalmente explorados pela agricultura familiar do Nordeste em função da facilidade de cultivo e tolerância à seca, porém com produtividades aquém do potencial dessas espécies. Essas oleaginosas constituem-se em excelentes fontes renda e alimento devido ao elevado valor agregado aos seus produtos. Adaptadas ao Semiárido, têm despertado interesse de agricultores de outras regiões como alternativas para diversificação da produção agrícola, especialmente em função ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/08/2007

A produção brasileira de batata é orientada ao mercado interno. A maior parte das 3,6 milhões de toneladas é comercializada “in natura”; apenas 15% é destinada à indústria (palitos pré-fritos, 52%; “chips”, 34%; batata palha, 14%). O consumo de batata adquirida “in natura” tem diminuído, ao passo que de batata processada tem aumentado significativamente, principalmente de palitos pré-fritos congelados. O consumo de batata “chips” tem crescido pouco, enquanto que o de batata palha continua aument ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/08/2016

A produção brasileira de trigo atende cerca de 50% do consumo interno do cereal (ao redor de 11 milhões de toneladas grão), com um dispêndio anual ao redor de US$ 800 milhões em importações para atendimento da demanda nacional. O custo de produção e as dificuldades na obtenção de cultivares com qualidade tecnológica definida para o uso final, atendendo às exigências do mercado, estão entre os principais limitantes da triticultura nacional. Nesse contexto, o projeto visa a contribuir para aumenta ...

Situação: em execução     Data de Início: 01/01/2019

O agronegócio de cebola é importante para o Brasil, onde se cultivam 60.000 ha/ano nas regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste. Há demanda por cultivares melhor adaptadas às diferentes condições edafoclimáticas brasileiras e aos sistemas convencionais e agroecológicos. Há expectativas também de bulbos de sabor pungente para o mercado interno, e bulbos suaves e do tipo “cascuda bronzeada” para mercados interno e externo. Além de maior produtividade, ampla adaptação, e bulbos de melhor padro ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/04/2012