Potencial pedoclimático do Estado de Alagoas para a cultura da mamona (Ricinus communis L.).

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: BARROS, A. H. C.; OLIVEIRA NETO, M. B. de; MARQUES, F. A.; SILVA, A. B. da; AMARAL, A. J. do; GOMES, E. C.; ARAUJO FILHO, J. C. de; SANTOS, J. C. P. dos; SILVEIRA, H. L. F. da; SILVA, D. F. da

Resumo: O potencial pedoclimático de ambientes para culturas agrícolas depende da natureza dos solos, da sua relação com a paisagem, do clima e das exigências das culturas. O objetivo deste estudo foi avaliar o potencial pedoclimático do Estado de Alagoas para a cultura da mamona (Ricinus communis L.). Na obtenção do potencial pedoclimático, as informações relacionadas com o potencial dos solos foram obtidas considerando dois níveis tecnológicos para o manejo das terras e das culturas (média tecnologia ou Manejo B e alta tecnologia ou Manejo C). No que se refere à aptidão climática as informações foram obtidas considerando três cenários pluviométricos: anos chuvosos, anos regulares e anos secos. O cruzamento das informações foi realizado por meio de técnicas de geoprocessamento com o auxílio do software ArcGis, obtendo-se os mapas do potencial pedoclimático. Os resultados das interpretações foram organizados em quatro classes de potencial pedoclimático: Preferencial, Médio, Baixo e Muito Baixo. A localização geográfica e as áreas de abrangência de cada classe de potencial encontramse disponibilizadas na forma de mapas e tabelas. Os resultados indicam que a extensão territorial das classes de potencial pedoclimático apresenta variações importantes em função do nível de manejo adotado e do cenário pluviométrico considerado. Em geral, as áreas com potencial pedoclimático preferencial estão localizadas nas mesorregiões do Agreste e do Leste Alagoanos onde as condições de solo e de clima são mais favoráveis para os cultivos agrícolas. Essas áreas se destacam quando se considera o manejo com alta tecnologia (Manejo C). Os ambientes com potencial pedoclimático médio têm ocorrência dispersa nas diferentes regiões do estado, com áreas expressivas quando se considera o manejo com média tecnologia (Manejo B). As áreas que apresentam potenciais pedoclimáticos Baixo e Muito Baixo localizam-se, em sua maior parte, na região oeste do estado, sobretudo no Sertão, onde as limitações de solo e de clima são mais intensas. Os referidos potenciais também ocorrem na zona úmida costeira, principalmente nos ambientes onde o relevo impõe fortes restrições de uso e manejo do solo e da cultura, independentemente do nível de manejo considerado.

Ano de publicação: 2018

Tipo de publicação: Livros

Unidade: Embrapa Solos

Observação

Para ler algumas publicações da Embrapa (apenas as que estão em formato ePub), é necessário ter, no celular ou computador, um desses softwares gratuitos. Sistemas Android: Google Play Livros; IOS: iBooks; Windows e Linux: software Calibre.

 


Acesse outras publicações

Acesse a Base de Dados da Pesquisa Agropecuária (BDPA) para consultar o acervo completo das bibliotecas da Embrapa.
Visite a Livraria Embrapa para adquirir livros e outras publicações vendidas pela Empresa.