Sistemas de cultivo de plantas de cobertura para a semeadura direta do algodoeiro.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: FERREIRA, A. C. de B.; BOGIANI, J. C.; SOFIATTI, V.; LAMAS, F. M.

Resumo: Sistemas de Cultivo de Plantas de Cobertura para a Semeadura Direta do Algodoeiro O sistema plantio direto (SPD) fundamenta-se em três princípios: 1) cobertura vegetal do solo; 2) rotação de culturas e 3) semeadura direta na palha - não revolvimento do solo, exceto na linha de semeadura. Dentre os benefícios do SPD estão a conservação do solo e da água e a manutenção da capacidade produtiva dos solos (BAYER et al., 2006; CERRI et al., 2007). No SPD, os restos das culturas comerciais ou das plantas de cobertura aumentam o teor de matéria orgânica do solo e contribuem para o controle da erosão. A cobertura do solo evita o impacto direto das gotas de água da chuva, diminui a velocidade da água que não infiltra no solo, reduz o transporte de partículas minerais e orgânicas pela enxurrada (SCOPEL et al., 2013) e diminui a incidência de plantas daninhas. As raízes das plantas de cobertura proporcionam a formação de bioporos e melhorias nas características físicas do solo, facilitando a infiltração de água (CUBILLA et al., 2002).

Ano de publicação: 2016

Tipo de publicação: Folhetos

Unidade: Embrapa Algodão

Palavras-chave: Plantio Direto

Observação

Para ler algumas publicações da Embrapa (apenas as que estão em formato ePub), é necessário ter, no celular ou computador, um desses softwares gratuitos. Sistemas Android: Google Play Livros; IOS: iBooks; Windows e Linux: software Calibre.

 


Acesse outras publicações

Acesse a Base de Dados da Pesquisa Agropecuária (BDPA) para consultar o acervo completo das bibliotecas da Embrapa.
Visite a Livraria Embrapa para adquirir livros e outras publicações vendidas pela Empresa.