Compostos fenólicos em uva Syrah em diferentes sistemas de condução e porta-enxertos: 5º ciclo produtivo.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: LIMA, M. A. C. de; CIPRIANO, R. L.

Resumo: O objetivo deste estudo foi caracterizar os teores de compostos de grupos fenólicos na uva Syrah cultivada sob diferentes sistemas de condução e porta-enxertos, em quinto ciclo produtivo, no Submédio do Vale do São Francisco. Os tratamentos corresponderam a sistemas de condução (espaldeira e lira) e porta-enxertos (IAC 313, IAC 572, IAC 766, SO4, Paulsen 1103 e Harmony), em delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições. Os tratamentos estavam dispostos em parcelas subdivididas, sendo os sistemas de condução distribuídos nas parcelas e os porta-enxertos nas subparcelas. No ciclo avaliado, os teores dos compostos de diferentes grupos fenólicos foram dependentes da associação sistema de condução e porta-enxerto. Apenas para os taninos dímeros e poliméricos os teores são comuns para ambos os sistemas de condução, sendo determinados pelo porta-enxerto. A associação da espaldeira aos porta-enxertos SO4 ou Paulsen 1103 incrementou os teores de polifenois extraíveis totais enquanto o uso de Harmony em espaldeira e IAC 313 em lira resultaram em maiores teores de antocianinas e flavonoides amarelos na casca.

Ano de publicação: 2017

Tipo de publicação: Parte de livro

Observação

Para ler algumas publicações da Embrapa (apenas as que estão em formato ePub), é necessário ter, no celular ou computador, um desses softwares gratuitos. Sistemas Android: Google Play Livros; IOS: iBooks; Windows e Linux: software Calibre.

 


Acesse outras publicações

Acesse a Base de Dados da Pesquisa Agropecuária (BDPA) para consultar o acervo completo das bibliotecas da Embrapa.
Visite a Livraria Embrapa para adquirir livros e outras publicações vendidas pela Empresa.