HORTALIÇAS EM REVISTA: consumo consciente contra o desperdício.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Resumo: Na edição que encerra o ano, elegemos um tema que diz respeito a todos nós, cidadãos e consumidores: o desperdício de alimentos, em especial de hortaliças. Água é a substância predominante na composição da maioria das hortaliças, o que torna esse grupo de alimentos muito perecível. A partir da colheita, a hortaliça começa a travar uma batalha contra o tempo pela qualidade e durabilidade. Por isso, tomar os devidos cuidados na hora do manuseio em feiras e supermercados e saber como melhor armazenar em casa, dentro ou fora da geladeira ou do refrigerador, é essencial para manter as hortaliças ótimas para o consumo por um maior período. Por sinal, o consumo consciente de hortaliças é um ponto contra o desperdício e ainda mais: ele garante uma dieta nutritiva e balanceada, pois hortaliças são alimentos versáteis que podem ser preparados de inúmeras formas, do café da manhã ao jantar. Além disso, elas são nutritivas e oferecem vitaminas, minerais e fibras essenciais para nossa saúde. Visto por outro lado, mais do que nos preocupar com uma alimentação saudável, enquanto consumidores, nós também precisamos refletir sobre os custos socioambientais e econômicos implicados na hortaliça que vai parar no lixo. Em uma conta rápida, junto com o alimento, há outros recursos raros sendo desperdiçados, tais como: terra agricultável, água para irrigação, combustível de máquinas agrícolas, fertilizantes minerais de fontes finitas, e inúmeros outros. Em termos mais práticos, no que se refere ao orçamento familiar, o dinheiro utilizado para comprar as hortaliças desperdiçadas poderia ter sido investido em educação, lazer ou outros gastos necessários da família. A reportagem especial que estampa a capa parte da problemática dissertada acima para apresentar o projeto ?Hortaliças não é só salada?, que reúne orientações voltadas para os consumidores sobre pequenas atitudes cotidianas que reduzem o desperdício de hortaliças. A pesquisadora Milza Moreira Lana, que idealizou o projeto, hoje disponível no formato de site (http://www.embrapa.br/hortalicasnaweb), contextualiza a questão do desperdício e convida todos para conhecer a riqueza e versatilidade das hortaliças. Afinal, segundo ela, ?couve não apenas acompanha feijoada, quiabo é muito mais que baba e bertalha não é um ser de outro planeta?. E, para encerrar essa edição especial da ?Hortaliças em Revista?, os artigos assinados trazem reflexões das pesquisadoras Neide Botrel e Lucimeire Pilon que permeiam a questão central do consumo consciente e desperdício de hortaliças. Elas falam, respectivamente, sobre vida útil após a colheita e processamento mínimo e contaminação microbiológica de hortaliças.

Ano de publicação: 2017

Tipo de publicação: Fascículos de periódicos

Observação

Para ler algumas publicações da Embrapa (apenas as que estão em formato ePub), é necessário ter, no celular ou computador, um desses softwares gratuitos. Sistemas Android: Google Play Livros; IOS: iBooks; Windows e Linux: software Calibre.

 


Acesse outras publicações

Acesse a Base de Dados da Pesquisa Agropecuária (BDPA) para consultar o acervo completo das bibliotecas da Embrapa.
Visite a Livraria Embrapa para adquirir livros e outras publicações vendidas pela Empresa.