Inoculation methods, aggressiveness of isolates and resistance of peach palm progenies to Phytophthora palmivora.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: FUZITANI, E. J.; SANTOS, A. F. dos; DAMATTO JUNIOR, E. R.; NOMURA, E. S.; KALIL FILHO, A. N.

Resumo: Podridão da Base do Estipe (PBE) causada por Phytophthora palmivora é a principal doença da pupunheira no viveiro e no campo. O objetivo deste trabalho foi: a) determinar o método mais apropriado de inoculação de P. palmivora em pupunheira; b) avaliar a agressividade de isolados de P. palmivora; c) avaliar a resistência de progênies de pupunheira à P. palmivora. Os experimentos foram conduzidos na Embrapa Florestas no período de março de 2011 a março de 2012. Foi desenvolvida uma escala descritiva de notas para avaliar a severidade da PBE da pupunheira. A severidade da doença foi avaliada aos 7, 14, 21 e 28 dias após a inoculação. Concluiu-se que: a) O método de injeção na base do estipe foi o mais efetivo para a inoculação de P. palmivora; b) Os isolados de P. palmivora: SA-5, SA- 9, SA-10, SA-11, SA-14, SA-15, SA-16, SA-30 e SA-31 foram os mais agressivos; e c) As progênies de pupunheiras T2, T4, T7, T9 e T15 mostraram resistência à P. palmivora.

Ano de publicação: 2018

Tipo de publicação: Artigo de periódico

Observação

Para ler algumas publicações da Embrapa (apenas as que estão em formato ePub), é necessário ter, no celular ou computador, um desses softwares gratuitos. Sistemas Android: Google Play Livros; IOS: iBooks; Windows e Linux: software Calibre.

 


Acesse outras publicações

Acesse a Base de Dados da Pesquisa Agropecuária (BDPA) para consultar o acervo completo das bibliotecas da Embrapa.
Visite a Livraria Embrapa para adquirir livros e outras publicações vendidas pela Empresa.