Avaliação da virulência de isolados de Corynebacterium pseudotuberculosis em camundongos BALB/c

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: ROSINHA, G. M. S.; MELO, P. R. de; SANTOS, L. R. dos; CARVALHO, C. E. G.; ALVARENGA, L. C. O.; ANDRADE, G. B.; SOARES, C. O.

Resumo: Corynebacterium pseudotuberculosis é uma bactéria Gram-positiva, agente etiológico da linfadenite caseosa (LC) em pequenos ruminantes e causadora de piogranulomas, linfangite ulcerativa, mastite e dermatite ulcerativa em bovinos, que são doenças de grande relevância médica e veterinária. Esta doença é de difícil controle e a vacinação é a maneira mais eficiente de preveni-la nos rebanhos. Objetivou-se neste estudo selecionar cepas virulentas de C. pseudotuberculosis, a partir de cinco isolados obtidos de caprinos e ovinos, para uso em estudos de desafio em testes de novas vacinas contra linfadenite caseosa em camundongos. Primeiramente, os isolados foram caracterizados bioquimicamente com o kit API Coryne (APIbioMerieux, Inc., La Balme les Grottes, France) e após, camundongos BALB/c fêmeas foram infectados intraperitonealmente com três doses de Unidades Formadores de Colônias (1x104, 1x105, 1x106 UFC/mL) com cada um dos cinco isolados de campo de C. pseudotuberculosis e duas linhagens controle. Os camundongos foram monitorados até trinta dias após a inoculação e a taxa de mortalidade foi utilizada como marcador de virulência. Todos os isolados foram caracterizados como pertencentes à espécie Corynebacterium pseudotuberculosis biovar ovis e os isolados CBO 2512 e CBO 28033, isolados de abscessos de ovinos, foram considerados os mais virulentos, uma vez que induziram morte em 100% dos camundongos inoculados com 1X106 UFC/mL, seguidos por CBC 70D, CBC 118 isolados que apresentaram 60% de mortalidade esta mesma dose de inóculo. O grupo que recebeu 1X106 UFC/mL do isolado CBC NPC de C. pseudotuberculosis não obteve óbito, igualmente para os grupos controle, vacina 1002 (Linfovac) e isolado 00512 (Fiocruz). Além disso, análises histopatológicas macroscópicas e microscópicas foram realizadas e abscessos característicos causados por C. pseudotuberculosis foram observados em alguns órgãos, caracterizados por uma área central de necrose, uma área transitória de infiltrado inflamatório e uma camada de tecido conjuntivo fibroso. Em conclusão, os isolados CBO 28033 e CBO 2512 de C. pseudotuberculosis apresentaram-se como altamente virulentos, reproduzindo a doença LC em camundongos BALB/c e, serão utilizados em experimentos de desafio e proteção no teste de novas vacinas contra linfadenite caseosa de caprinos e ovinos.

Ano de publicação: 2018

Tipo de publicação: Folhetos

Observação

Para ler algumas publicações da Embrapa (apenas as que estão em formato ePub), é necessário ter, no celular ou computador, um desses softwares gratuitos. Sistemas Android: Google Play Livros; IOS: iBooks; Windows e Linux: software Calibre.

 


Acesse outras publicações

Acesse a Base de Dados da Pesquisa Agropecuária (BDPA) para consultar o acervo completo das bibliotecas da Embrapa.
Visite a Livraria Embrapa para adquirir livros e outras publicações vendidas pela Empresa.