Sobrevivência e desenvolvimento inicial de plantas de eucalipto provenientes de diferentes recipientes, em um sistema silvipastoril, em Campo Grande, MS.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: CHIAD, M. P.; LAURA, V. A.; OLIVEIRA, J. R. F.; MELOTTO, A. M.; GOMES, P. G.

Resumo: Sistemas Silvipastoris são formas de uso do solo onde espécies lenhosas são adicionadas ao sistema de produção animal. Um dos inconvenientes na implantação de Sistemas Silvipastoris é o tempo de isolamento da área, para que a espécie arbórea se estabeleça, de forma que não seja passível de injúrias pelos bovinos e, consequentemente, diminuam sua produtividade. Uma alternativa é o uso de mudas de espera, ou seja, mudas de maior porte. Neste trabalho objetivou-se avaliar a sobrevivência e o desenvolvimento de plantas de eucalipto, à campo, providas de diferentes recipientes, em um sistema silvipastoril. O experimento, é realizado na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, MS, onde plantou-se mudas de eucalipto Urocam (Eucalyptus urophyla x Eucalyptus camaldulensis) e Eucalyptus citriodora, produzidas em tubetes de 50 cm³. Estas mudas após três meses foram replantadas para recipientes com volume de 300, 600, 1.200 e 2.400 ml, contendo substrato Plantmax®, em número de 128 para cada tamanho de recipiente, considerado tratamento, em um delineamento fatorial de 2 x 4 (espécies x recipientes), totalizando oito tratamentos divididos em quatro blocos, cada um deles contendo uma parcela de nove plantas de cada tratamento, com um total de 288 mudas. Estas mudas foram plantadas no campo e avaliadas por 15 meses, quanto à altura e diâmetro do colo e registrou-se a sobrevivência aos 30 dias, de quando efetuou-se o replantio e no 15º mês, no período de, dezembro de 2008 à fevereiro de 2009. Os melhores índices de sobrevivência da espécie E. citriodora foram registrados nas mudas provenientes do recipiente de 600 mL, seguido pelos de 1.200, 2.400 e 300 mL, tanto no 30º dia quanto no 15º mês. Para E. urocam, o recipiente de 1.200 mL forneceu mudas com melhor sobrevivência tanto aos 30 dias quanto no 15º mês. Os dados obtidos evidenciam que o plantio de mudas de E. urocam com maior porte é viável e reduz o tempo de isolamento na área.

Ano de publicação: 2009

Tipo de publicação: Parte de livro

Observação

Para ler algumas publicações da Embrapa (apenas as que estão em formato ePub), é necessário ter, no celular ou computador, um desses softwares gratuitos. Sistemas Android: Google Play Livros; IOS: iBooks; Windows e Linux: software Calibre.

 


Acesse outras publicações

Acesse a Base de Dados da Pesquisa Agropecuária (BDPA) para consultar o acervo completo das bibliotecas da Embrapa.
Visite a Livraria Embrapa para adquirir livros e outras publicações vendidas pela Empresa.