Atributos químicos de um argissolo após a aplicação do resíduo agroindustrial do processamento de goiabas.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: NATALE, W.; SOUZA, H. A. de; ROZANE, D. E.; AMORIM, D. A.; MODESTO, V. C.

Resumo: Resumo: O Brasil é um grande produtor de goiabas. A fruta pode ser consumida in natura ou industrializada e, neste último caso, gera resíduos. Esse subproduto pode ser empregado na agricultura como adubo orgânico, pois, é rico em nutrientes. Entretanto, são necessárias pesquisas para empregar com critério técnico. Assim, objetivou-se avaliar a fertilidade do solo, após a aplicação do resíduo da indústria processadora de goiabas, em pomar comercial da própria fruta. Foram aplicadas as seguintes doses: zero; 9; 18; 27; 36 t ha-1 em um Argissolo. As aplicações foram superficiais, em pomar de goiabeiras adultas, anualmente a partir de 2006. No final de 2010, foram mensurados os atributos químicos do solo na camada de 0 - 0,20 m. O subproduto da indústria processadora de goiabas promoveu alterações na fertilidade do solo, com diminuição do pH e aumentos nas concentrações de fósforo e de nitrogênio inorgânico, sendo este último até a dose de 19 t ha-1.

Ano de publicação: 2013

Tipo de publicação: Separatas

Observação

Para ler algumas publicações da Embrapa (apenas as que estão em formato ePub), é necessário ter, no celular ou computador, um desses softwares gratuitos. Sistemas Android: Google Play Livros; IOS: iBooks; Windows e Linux: software Calibre.

 


Acesse outras publicações

Acesse a Base de Dados da Pesquisa Agropecuária (BDPA) para consultar o acervo completo das bibliotecas da Embrapa.
Visite a Livraria Embrapa para adquirir livros e outras publicações vendidas pela Empresa.