Sistema Integração Lavoura Pecuária

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: MÜLLER, Marcelo Dias

O Sistema consiste na exploração de atividades agrícolas e pecuárias, de forma integrada, em rotação ou sucessão, na mesma área e em épocas diferentes, aumentando a eficiência no uso dos recursos naturais, com menor impacto sobre o meio-ambiente, uma vez que os processos de degradação são controlados por meio de práticas conservacionistas. O ILP consiste na diversificação da produção, possibilitando o aumento da eficiência na utilização dos recursos naturais, a preservação do meio ambiente, a estabilidade de produção e a renda do produtor.

Diante dos problemas decorrentes de décadas de práticas agrícolas de monocultivo e de elevada pressão sobre o ambiente, o grande desafio é aumentar a produtividade com a conservação de recursos naturais no processo de intensificação de uso das áreas já desmatadas no Brasil.

O sistema ILP é uma alternativa viável que contribui para a recuperação de áreas degradadas, na adoção de boas práticas agropecuárias (BPA) e no aumento da eficiência com o uso de máquinas, equipamentos e mão de obra.

Quem ganha com isso

Produtores rurais (agricultores familiares, médio e grande porte)

Abrangência geográfica

PR, MS e SP

Benefícios econômicos e sociais

Os ganhos líquidos, com a tecnologia de ILP, por hectare, no ano de 2013, foi decorrente, principalmente da valorização da carne bovina no mercado nacional. Considerando-se apenas o preço médio por quilograma de carne, observa-se que em 2013 houve um crescimento de 18,0% em relação a 2012.

A qualidade do emprego teve impacto positivo com a adoção do ILP, apontando que a atividade melhorou as condições de trabalho com relação à legislação trabalhista, registro em carteira e contribuição previdenciária, e na concessão de benefícios tais como auxílio moradia, alimentação, transporte e alguns casos auxílio saúde.

No Mato Grosso do Sul, por exemplo, em 2012, a área onde se pratica a integração agricultura/pecuária era de 91.334 há. Considerando-se uma média de expansão de 100 ha por ano, por propriedade, no sistema integração lavoura/pastagem, tem-se 913 propriedades utilizando tal sistema, no Estado. Estimando-se que a atividade pecuária requeira, pelo menos, um empregado a mais, não é demais concluir que o sistema de integração agricultura/pecuária, apesar de incipiente no Estado, já proporciona 913 empregos diretos em nível de propriedade.

A tecnologia contribui significativamente para melhorar a qualidade do solo e diversificar as alternativas de renda na propriedade. Além disso, o aspecto da segurança alimentar foi outra característica marcante apontada, tendo em vista que o sistema agrega diferentes meios de produção (vegetal e animal).

A ILP proporcionou aumento no indicador saúde ambiental e pessoal. Isto é creditado à redução da emissão de poluentes atmosféricos, poluentes hídricos e de geração de contaminantes do solo.

Parceiros

Rede de Fomento em ILPF. Os trabalhos de pesquisa são desenvolvidos em parceria, com uma rede de Unidades de Referência Tecnológica em diversas regiões do país, agregando diferentes experiências para cada situação de clima, solo e caracaterísticas regionais dos sistemas de produção.

Esta solução tecnológica foi desenvolvida pela Embrapa em parceria com outras instituições.

Serviço: Treinamento, capacitação Ano de Lançamento: 2006

Onde Encontrar:
Embrapa Agropecuária Oeste
BR 163, km 253,6 - Caixa Postal nº 449
CEP 79804-970 - Dourados, MS
Telefone: (67) 3416-9700 Fax: (67) 3416-9721

http://redeilpf.com.br/como-adotar

Galeria de imagens