Processo para a aplicação de Revestimentos Biodegradáveis na Conservação do Coco Verde (variedade Anã)

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: SANTOS, Maria Goreti Braga dos

Foi desenvolvido um revestimento para preservar a qualidade do coco verde por mais tempo. Trata-se de uma solução, ou calda, onde o fruto é emergido para revestir toda a superfície do fruto. O revestimento é uma solução não tóxica, formulada com polissacarídeo e outros compostos que atuam como uma barreira física que desacelera o metabolismo do fruto ao diminuir a respiração, a atividade enzimática, a degradação de açúcares e das vitaminas. Esse procedimento permite a manutenção da aparência de fruta fresca e das qualidades nutricionais e sensoriais da água por mais tempo quando comparada a frutos que não recebem o revestimento. O processo de aplicação da calda requer apenas três etapas: higienização, imersão na solução de revestimento e secagem. Após a secagem do revestimento, o produto fica pronto para ser embalado em caixas, ou outro tipo de embalagem primária, e armazenado para comercialização. Para frutos que se destinam à exportação, é necessário que os mesmos sejam mantidos em refrigeração até seu destino final. A faixa de temperatura recomendada está entre 10 e 13 graus centígrados, permitindo a preservação dos frutos em até 40 dias. Para o mercado interno não é necessário a refrigeração uma vez que o consumo é mais rápido.

Processo: Para produção de embalagens, revestimentos e filmes Ano de Lançamento: 2009

Unidade Responsável: Embrapa Agroindústria de Alimentos

Unidades Participantes: Embrapa Agroindústria de Alimentos

Onde Encontrar:
Embrapa Agroindústria de Alimentos
Av. das Américas, 29501 - Guaratiba.
Rio de Janeiro, RJ - Brasil - CEP 23020-470
Fone: (21) 3622-9600 - Fax: (21) 3622-9713

Galeria de imagens