Capacitação em técnicas para o controle estratégico de carrapatos dos bovinos

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: LA FALCE, Marcos

Por controle estratégico de carrapatos dos bovinos, entende-se a concentração de banhos ou tratamentos dos bovinos com carrapaticidas em períodos desfavoráveis ao desenvolvimento do carrapato na pastagem. Como essas condições variam de região para região no país, o controle estratégico deve ser regionalizado. Basicamente, é durante a fase em que o carrapato se encontra no campo que podemos atuar estrategicamente, já que durante a fase parasitária, as condições de vida do carrapato são constantes e adequadas ao seu desenvolvimento. As duas variáveis climáticas que mais influenciam o desenvolvimento e a sobrevivência das fases do carrapato no ambiente são a temperatura e a umidade. Dependendo da altitude da região, a variação de um ou outro desses fatores causa prejuízos biológicos, diminuindo a quantidade de larvas na pastagem, sendo o momento propício para a atuação estratégica. O que se busca então é atuar “estrategicamente” sobre uma geração de desenvolvimento rápido e de menor população, para, reduzindo-a ainda mais, gerar cada vez menos descendentes nas gerações subsequentes. Além da atuação na época adequada, os outros dois pilares do controle estratégico referem-se à utilização do produto comprovadamente eficaz para a população a ser controlada (determinação por meio de testes específicos) e da utilização deste da forma mais correta possível, o popular “banho bem dado”. Esta capacitação é oferecida sob demanda e pode ser apenas teórica, com 4 h e com abordagem sobre os três pilares estruturais para um controle estratégico eficiente, a saber: a) Ecologia do carrapato dos bovinos no Brasil; b) A escolha do carrapaticida eficiente e; c) O banho ou tratamento carrapaticida bem feito. Pode também ser teórico-prática, no formato de uma capacitação técnica para realização laboratorial do teste de sensibilidade de populações do carrapato dos bovinos aos carrapaticidas comerciais, de contato, disponíveis no mercado, com a finalidade de capacitar técnicos para a realização do teste. Neste caso, a capacitação compreende 8 h, com uma parte teórica sobre: a) coleta, recebimento e registro de amostras; b) processamento de carrapatos, ovos e larvas; c) cálculo da eficiência dos produtos; d) escrituração de planilhas e envio de resultados. E uma parte prática sobre: a) recebimento de carrapatos e escrituração dos dados da propriedade; b) realização do teste de sensibilidade; c) pesagem de posturas e acondicionamento dos ovos; d) avaliação do percentual de eclodibilidade das larvas.

Serviço: Treinamento, capacitação

Onde Encontrar:
As inscrições podem ser realizadas no endereço:
https://www.embrapa.br/gado-de-leite/eventos/agenda-de-cursos

Maiores informações pelos telefones:
Tel. (32) 3311-7500
(32) 3311-7652

Galeria de imagens