Modelo Digital de Exploração Florestal – Modeflora

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: Papa, Daniel

O Modeflora é um processo que utiliza tecnologias digitais para mapear a paisagem e gerar informações que facilitam o planejamento, a execução e o monitoramento da atividade de manejo florestal. Com isso, promove custos mais baixos para o produtor e menor impacto para o meio ambiente.

O Modeflora integra o Sistema Global de Navegação por Satélite (GNSS), o Sistema de Informação Geográfica (SIG) e o Sensoriamento Remoto (SR) para aperfeiçoar atividades como: inventário florestal e microzoneamento dos cursos d’água, delimitação da Área de Preservação Permanente (APP) e declividade do terreno, planejamento da exploração e acompanhamento dia a dia das operações de campo.

A tecnologia evoluiu no decorrer do tempo junto com o desenvolvimento de novos equipamentos, softwares e procedimentos de coleta e processamento de dados.

Quem ganha com isso

Empresas de exploração florestal

Benefícios econômicos

De 2008 a 2015, o Modeflora foi adotado em mais de 272 mil hectares de manejo florestal, proporcionando economia de R$ 53,7 milhões.

Redução percentual dos custos nas atividades: a) inventário florestal e microzoneamento (50%), c) planejamento em escritório (66,67%), d) abertura das estradas (20%), e) planejamento das trilhas (43,34%) e, arraste (44,63%). Essas atividades representam uma redução nos custos totais de aproximadamente 42,73%, quando comparado com a madeira explorada no manejo florestal convencional.

Prática agropecuária: Prática agropecuária Ano de Lançamento: 2007

Bioma: Amazônia

Unidade Responsável: Embrapa Acre

Unidades Participantes: Embrapa Florestas, Embrapa Acre

Galeria de imagens