Alimento artificial à base de soja para meliponicultura

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: CRUCIOL, Magda

A adoção dessa tecnologia permite alimentação adequada às abelhas nativas sem ferrão manejadas em épocas de escassez de pólen, de pouca florada, comuns no período chuvoso da região Amazônica. Com a alimentação artificial, garante-se a sustentabilidade da produção de ninhos e sua multiplicação em larga escala, evitando também a derrubada de árvores para a retirada dos ninhos. Composta por saburá (pólen fermentado), extrato de soja, açúcar e água, o alimento à base de soja foi desenvolvido por ter alto valor protéico, ser semelhante ao pólen e ter valor comercial mais baixo que o do pólen de Apis mellifera (abelha-européia), alimento normalmente usado como substituto na alimentação de abelhas nativas sem ferrão.

Processo: Para obtenção de ração ou outro alimento para animais Ano de Lançamento: 2009

Bioma: Amazônia

Onde Encontrar:
Embrapa Amazônia Oriental
Trav. Dr. Enéas Pinheiro s/nº
Caixa Postal, 48 Belém, PA – Brasil
CEP 66095-100
Fone: (91) 3204-1000
Fax: (91) 3276-9845

Galeria de imagens