Alho Amarante

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: RESENDE, Francisco Vilela

O alho é uma das hortaliças condimentares mais utilizadas no mundo. No Brasil, seu consumo fica em torno de 1,5 kg/pessoa/ano, sendo que importações respondem por cerca de 70% de todo alho consumido. Nesse contexto, a produção de alho torna-se muito interessante, tanto para grandes quanto para pequenos e médios produtores, por ser uma cultura com alto valor agregado em um curto período de produção.

Para pequenos produtores, as cultivares do grupo comum e seminobre são recomendadas por serem mais rústicas e demandarem menor aporte tecnológico para produção. Entre as muitas cultivares disponíveis nesse grupo, destaca-se a cultivar de alho Amarante, que foi submetida ao processo de limpeza viral do programa de alho livre de vírus da Embrapa Hortaliças, o que conferiu à cultivar maior sanidade fisiológica e, consequentemente, maior vigor.

A cultivar Amarante não necessita de vernalização para o cultivo nas principais regiões produtoras do país. Ela diferencia-se das demais cultivares de alho comum, mais plantadas atualmente, por possuir dentes maiores e em menor número. É uma cultivar de ciclo médio, variando de 130 a 150 dias. Os bulbos são redondos, com túnicas de cor creme e estrias de antocianina, conferindo um aspecto arroxeado. Os bulbos contêm de 8 a 15 bulbilhos (dentes), com peso médio de 39 gramas, e 87% dos bulbos possuem diâmetro superior a 42 mm, correspondendo à classe 5 de comercialização.

Os bulbilhos do alho Amarante são rosados, curtos e perfeitamente encaixados na estrutura do bulbo. É bastante tolerante ao pseudoperfilhamento, mesmo em condições de alta umidade e excesso de nitrogênio. A produtividade média alcançada está em torno de 12 t/ha, podendo chegar a 15 t/ha, dependendo do manejo cultural.

Outro diferencial da cultivar Amarante relaciona-se ao sabor e à pungência, tanto em relação a outras variedades de alho cultivadas no Brasil quanto também ao alho importado da China e da Argentina. A presença do ácido pirúvico determina o grau de pungência do alho, característica importante para a indústria de temperos e, nesse quesito, o Amarante chega a 14 µmol/L, teor superior ao das cultivares Chonan e Quitéria, menos pungente e com médias de 7 a 8 µmol/L.

A cultivar Amarante é indicada principalmente para produtores de alho comum nas regiões Sudeste e Centro-Oeste e para os estados da Bahia e do Paraná. Nos demais estados do Nordeste, indica-se o plantio apenas em regiões de altitude acima de 500 metros. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, a cultivar é mais indicada para as regiões litorâneas. O plantio deve ser realizado entre 15 de março e 15 de maio, dependendo da região, adotando-se uma população de aproximadamente 350.000 plantas por hectare. O espaçamento deve ser de 25 x 10 cm em linhas simples e de 35 x 12 x 10 cm em linhas duplas.

Produto: Cultivar convencional Ano de Lançamento: 2015

Bioma: Cerrado, Pampa, Pantanal

Unidade Responsável: Embrapa Hortaliças

Unidades Participantes: Embrapa Hortaliças

Onde Encontrar:
Embrapa Hortaliças
Rodovia BR 060 Km 09
CEP: 70351-970
Cidade: Brasília
UF: DF
Telefone: (61) 3385-9110
Site: http://www.embrapa.br/fale-conosco/sac

Galeria de imagens