Controle das principais doenças e pragas do maracujazeiro no Cerrado

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Diversas doenças e pragas atacam o maracujazeiro no Cerrado. Entre as doenças podemos destacar a antracnose, cladosporiose ou verrugose, bacteriose, seca-das-ramas, podridão-de-raízes e morte prematura como as mais importantes. Entre as pragas temos as lagartas, percevejos, pulgões, formigas, cupins, mosca do botão floral, entre outras. A Embrapa desenvolveu experimentos que culminaram numa série de recomendações técnicas que orientam os produtores de maracujá sobre os principais sintomas e as principais medidas de controle dessas doenças e pragas. A ocorrência de doenças e pragas na cultura do maracujazeiro é um dos principais fatores que afetam a queda de produtividade da cultura. Nesse sentido, a identificação correta das doenças e pragas e a utilização combinada de diferentes estratégias de controle fitossanitário é de grande importância para todos os produtores de maracujá. Mais informações sobre esta solução tecnológica na página http://www.cpac.embrapa.br/minicursomaracuja/

Esta solução tecnológica foi desenvolvida pela Embrapa em parceria com outras instituições.

Prática agropecuária: Prática para manejo de doenças vegetais Ano de Lançamento: 2000

Bioma: Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga

Unidade Responsável: Embrapa Cerrados

Unidades Participantes: Embrapa Cerrados