Mudas de maracujazeiro tipo 'Mudão'

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

A qualidade das mudas constitui um dos principais fatores limitantes ao bom desenvolvimento e produtividade do maracujazeiro. Muitos produtores utilizam mudas produzidas em tubetes ou em saquinhos plásticos com até 50 cm de altura. Isso deve-se ao fato das mudas pequenas serem mais baratas, além de facilitar a logística de comercialização e transporte dessas mudas até as propriedades. Apesar dessa vantagem, tem-se observado que as mudas pequenas apresentam alto índice de mortalidade no campo em virtude, principalmente, da incidência precoce de pragas e doenças. O uso da tecnologia de mudas de maracujazeiro tipo 'mudão' (mudas com mais de 90 cm de altura) foi avaliada e tem sido recomendada pela Embrapa Cerrados porque apresentam menor taxa de mortalidade no campo, menor tempo de exposição e maior tolerância a pragas e doenças principalmente na fase mais vulnerável do início do desenvolvimento, maior precocidade e maior produtividade principalmente em áreas com maior ocorrência de pragas e doenças. Devido à dificuldade de transporte das mudas maiores, recomenda-se que o produtor tenha um local protegido onde possa tutorar e cultivar as mudas menores até atingirem pelo menos 90 cm. Apesar do maior custo de produção, a utilização de mudas do tipo ‘mudão’ com mais de 120 dias de idade e altura variando de 90 a 180 cm, é técnica e economicamente viável.

Esta solução tecnológica foi desenvolvida pela Embrapa em parceria com outras instituições.

Prática agropecuária: Prática para manejo de doenças vegetais Ano de Lançamento: 2015

Bioma: Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga

Unidade Responsável: Embrapa Cerrados

Unidades Participantes: Embrapa Cerrados

Onde Encontrar:
Embrapa Cerrados

Rodovia BR-020, Km 18 Caixa Postal: 08223 CEP: 73310-970 - Planaltina - DF
Fone: (61) 3388-9898
Fax: (61) 3388-9885/3388-9879
http://www.embrapa.br/cerrados