Taxa de lotação e pressão de pastejo adequados para o manejo de pastagens nativas do Pantanal

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

A pecuária extensiva no Pantanal está baseada quase que, exclusivamente nas pastagens nativas. A taxa de lotação refere-se ao número de aiais por unidade de área (cabeça/hectare) ou também pode ser expessa de forma inversa. Por sua vez, a pressão de pastejo expressa a quantidade (kg) de forragem disponível por 100 kg de peso vivo. A utilização correta desses dois fatores implica em um ótimo desempenho dos animais e o manejo correto das pastagens.

Prática agropecuária: Prática para manejo do pastejo Ano de Lançamento: 2008

Bioma: Pantanal

Unidade Responsável: Embrapa Pantanal

Unidades Participantes: Embrapa Pantanal

Onde Encontrar:
SANTOS, S.A.; DESBIEZ, A.; ABREU, U.G.P.; CRISPIM, S.M.A. Guia para estimativa da taxa de lotação e pressão de pastejo em pastagens nativas do Pantanal. Corumbá, MS: Embrapa Pantanal, 2008. 26p.
http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/doc/786085/1/cartilhaguiaparaestimativa.pdf