Uso da queima profilática para controle emergencial e prevenção de surtos pela mosca-dos-estábulos em propriedades produtoras de cana-de-açúcar

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

O uso do fogo controlado pode ser empregado como forma profilática de controle da mosca-dos-estábulos ao eliminar criadouros nas áreas de cultivo de cana-de-açúcar. A eficiência desta prática é demonstrada pelo histórico do problema, ou seja, enquanto a queima da palha foi utilizada, os problemas com surtos de mosca-dos-estábulos, oriundos das usinas, eram raros e de menor gravidade.

As atuais limitações técnicas, econômicas e ambientais do controle larvar com produtos inseticidas reforçam a percepção de que medidas preventivas são de grande importância. Neste contexto, o uso do fogo controlado pode tornar-se uma importante ferramenta.

Adicionalmente, nas oportunidades em que esta tecnologia foi empregada em 2013, os surtos foram minimizados e a população de mosca-dos-estábulos se manteve em um nível aceitável. Apesar dos resultados obtidos até o momento serem promissores, a “queima profilática” deve ser encarada como uma medida emergencial e utilizada somente em casos extremos.

Esta solução tecnológica foi desenvolvida pela Embrapa em parceria com outras instituições.

Prática agropecuária: Prática para prevenção e controle de doenças animais Ano de Lançamento: 2013

Bioma: Cerrado, Caatinga

Unidade Responsável: Embrapa Gado de Corte

Unidades Participantes: Embrapa Gado de Corte

Onde Encontrar:
Embrapa Gado de Corte
Av. Rádio Maia nº 830, Zona Rural, CEP 79106-550, Campo Grande, MS
Fone: +55 (67) 3368-2000 | Fax: +55 (67) 3368-2150