Azevém - BRS Integração

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: Mittelamn, Andréa

A cultivar de azevém (Lolium multiflorum) BRS INTEGRAÇÃO apresenta ciclo produtivo precoce, o que permite a colheita de sementes ou ressemeadura natural e, ainda, posteriormente, a integração com culturas anuais de estação quente. Dependendo do número de desfolhas, o final do ciclo da BRS INTEGRAÇÃO pode ocorrer em meados de outubro, podendo ser estendido até início de dezembro. A BRS INTEGRAÇÃO apresenta porte ereto, o que facilita a colheita mecânica de forragem. Deste modo, adapta-se perfeitamente tanto ao pastejo como à produção de forragem conservada, por exemplo, na forma de silagem pré-secada. As principais características da cultivar são: Bom vigor inicial, com rápido estabelecimento da pastagem; Excelente capacidade de rebrote; Alta produtividade de forragem, com excelente qualidade; Ciclo mais curto que as demais cultivares disponíveis no mercado; Excelente adaptação e sanidade; Tolerância ao acamamento; Porte intermediário a ereto, o que facilita o corte mecanizado para produção de forragem conservada; Alta produtividade de sementes e capacidade de ressemeadura natural. A cultivar foi desenvolvida pelo Programa de Melhoramento de Azevém da Embrapa, no âmbito da parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Associação Sul-Brasileira para o Fomento e a Pesquisa de Forrageiras (Sulpasto). As recomendações de manejo foram desenvolvidas em parceria com a Universidade Federal de Pelotas. A BRS INTEGRAÇÃO apresenta porte ereto, o que facilita a colheita mecânica de forragem. Deste modo, adapta-se perfeitamente tanto ao pastejo como à produção de forragem conservada, por exemplo, na forma de silagem pré-secada. As principais características da cultivar são: Bom vigor inicial, com rápido estabelecimento da pastagem; Excelente capacidade de rebrote; Alta produtividade de forragem, com excelente qualidade; Ciclo mais curto que as demais cultivares disponíveis no mercado; Excelente adaptação e sanidade; Tolerância ao acamamento; Porte intermediário a ereto, o que facilita o corte mecanizado para produção de forragem conservada; Alta produtividade de sementes e capacidade de ressemeadura natural. A cultivar foi desenvolvida pelo Programa de Melhoramento de Azevém da Embrapa, no âmbito da parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Associação Sul-Brasileira para o Fomento e a Pesquisa de Forrageiras (Sulpasto). As recomendações de manejo foram desenvolvidas em parceria com a Universidade Federal de Pelotas.

Produto: Cultivar Ano de Lançamento: 2017

Onde Encontrar:
Rio Grande do Sul

Bolsa Brasileira de Sementes Ltda
Rodovia BR 155, Km 02
CEP: 98700-000
ljuí-RS
(55) 3332-8020
bbs@bbssementes.com.br

Ciência Razão e Ordem Comercial Ltda
Rua Guerino Pissolato, 225 - Bairro São José Operário
CEP: 99150-000
Marau - RS
(54) 3342-1010
fabricio@cirao.com.br
taiana@cirao.com.br
fiscal2@cirao.com.br
sonilda@cirao.com.br

Comercio e Representações Agrícolas Relva
Av. 21 de Abril, Nº 1267 - Osvaldo Aranha
CEP: 98700-000
ljuí-RS
(55) 3332-5450
relva.ijui@uol.com.br

Roberto Mascarenhas de Souza
Alameda dos lpês, 55 / 601
CEP: 97015-300
Santa Maria - RS
(55) 3223-2396
rmascarenhasdesouza@gmail.com
robertomascarenhas@sementesguabiju.com.br
bernardo@sementesguabiju.com.br

Galeria de imagens