Manejo de plantas daninhas na cultura do milho consorciado com capim-braquiária  

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: FARIA, Gabriel Rezende

Prática agropecuária recomendada para manejo de plantas daninhas na cultura do milho consorciado com capim-braquiária, com base em experimentos realizados em Manaus, AM. Recomenda-se o cultivo do milho híbrido AG 1051 com espaçamento entre fileiras de semeadura de 45 cm para aumento da eficácia de controle de plantas daninhas com realização de capina ou pulverização do do herbicida nicosulfuron. O consórcio entre o híbrido AG 1051 e o capim-braquiária cv. Paiaguás deve ser evitado com população de 66.666 plantas de milho ha-1 cultivado com espaçamento de 90 cm entre fileiras de semeadura para não prejudicar o crescimento da forrageira.

Prática agropecuária: Prática para manejo de plantas daninhas Ano de Lançamento: 2017

Unidade Responsável: Embrapa Amazônia Ocidental

Onde Encontrar:
Embrapa Amazônia Ocidental
Rodovia AM-010, Km 29, (Estrada Manaus/Itacoatiara), Caixa Postal 319, CEP: 69010-970, Manaus, AM
Fone: + 55 (92) 3303-7800 | Fax: + 55 (92) 3303-7820
https://www.embrapa.br/fale-conosco/sac

Galeria de imagens