BRS Pai d’Égua - cultivar de açaizeiro irrigado de terra firme  

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: Braga, Vinicius

A BRS Pai d’Égua é resultado da pesquisa com melhoramento genético do açaizeiro que apresenta duas características principais: produção na entressafra e frutos menores. Durante cinco safras, a pesquisa avaliou centenas de materiais de açaizeiro no campo experimental da Embrapa Amazônia Oriental em Tomé-Açu, no Nordeste Paraense.

Diferenciais

Redução da sazonalidade: Um dos maiores diferenciais da nova cultivar é a distribuição bem equilibrada da produção anual. A BRS Pai d’Égua produz 46% no período da entressafra (de janeiro a junho) e 54% na safra (de julho a dezembro).

Maior rendimento de polpa: Os frutos menores rendem 30% mais polpa que os frutos de açaí tradicionais.

Produção precoce de frutos: Primeira colheita aos três anos e meio contraponto os materiais tradicionais que iniciam no quinto ano.

Quem ganha com isso

Produtores rurais, associações e cooperativas de produtores, mercado varejista e exportador e consumidores


Benefício econômico

O estado do Pará em 2018 produziu segundo o IBGE 1 milhão 440 mil t. Esse volume produtivo movimentou somente no estado do Pará R$ 3 bilhões de reais. Essa cadeia produtiva impacta na geração de empregos e renda dos cidadãos brasileiros.

Como o produto será disponibilizado para o setor produtivo

Por meio da comercialização de sementes e mudas por parceiro licenciado.

Produto: Cultivar Ano de Lançamento: 2019

Bioma: Amazônia

Unidade Responsável: Embrapa Amazônia Oriental

Unidades Participantes: Embrapa Amazônia Oriental

Onde Encontrar:
Amazonflora
Marituba - PA, CEP 67.200-000
91 3236-1680 / 98846-2024 / 99214-5572
http://www.amazonflora.com.br

Galeria de imagens