Multiplicação de colônias de abelhas sem ferrão em escala comercial para uso na polinização agrícola

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: MALAGODI-BRAGA, Kátia Sampaio

A solução tecnológica inovadora para o sistema de multiplicação e manejo de colônias de abelhas sem ferrão (Scaptotrigona depilis), conhecida popularmente no Brasil como mandaguari.

Permite a produção in vitro de rainhas, por meio da superalimentação das larvas, com a produção de cerca de 2 mil rainhas por mês, a partir de uma única colônia. Possibilita também a produção de colmeias em escala comercial, para uso na polinização de cultivos agrícolas, como berinjela, morango, tomate, café, maçã e melão.

Possibilita o serviço de aluguel de colmeias para a polinização de lavouras, que atualmente só está disponível com a espécie Apis mellifera, com ferrão, que representa um risco aos trabalhadores rurais e não são eficientes polinizadoras em determinadas culturas agrícolas.

Disponível para transferência/fornecimento de know-how, capacitações como cursos e oficinas no sentido de fortalecer a meliponicultura na região e promover a qualificação dos meliponicultores.

Público alvo: meliponicultores e demais interessados. Instituições e empresas de planejamento, transferência de tecnologia, extensão e assistência técnica.

Esta solução tecnológica foi desenvolvida pela Embrapa em parceria com outras instituições.

Processo: Para produção de planta, animal ou microrganismo Ano de Lançamento: 2021

Bioma: Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga, Pampa, Pantanal

Unidade Responsável: Embrapa Meio Ambiente

Unidades Participantes: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

Onde Encontrar:
Capacitação em Meliponicultura, link de acesso: https://www.embrapa.br/pt/e-campo/meliponicultura

Galeria de imagens