Arroz - BRS A705

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: ARAÚJO, Sebastião José de

A cultivar BRS A705 é classificada como precoce, com ciclo no Rio Grande do Sul em torno de 120 dias. As plantas são do tipo modernas, com folhas pilosas e folha bandeira ereta. Distingue-se das demais cultivares comerciais pela altura de plantas, sendo de 5 cm a 10 cm mais baixa. Apresenta grãos longos e finos de casca clara pilosa, sem presença de aristas e com excelente qualidade industrial e culinária.

A variedade apresenta alto potencial de produtividade, em torno de 10 toneladas por hectare, e ciclo precoce, o que proporciona economia no uso da água de irrigação. O porte baixo da cultivar, confere resistência ao acamamento de plantas, mesmo em condições elevadas de adubação. Ela é uma evolução da BRS Pampa, apresentando flexibilidade no manejo. Os orizicultores que adotaram a Pampa, muitas vezes manejaram de forma inadequada e ela apresentava alguns problemas de acamamento, então o novo produto alia a produtividade, qualidade de grãos e a resistência ao acamamento para atender ao sistema de produção convencional.

Dentro deste mesmo enfoque, esta cultivar tem apresentado excelentes respostas quando cultivada no sistema de cultivo de arroz pré-germinado. A BRS A705 apresenta resposta positiva a diferentes níveis de adubação de base e de cobertura, sem que ocorra acamamento de plantas. Além disso, apresenta moderada resistência às principais enfermidades da cultura do arroz, reduzindo o número de aplicações de fungicidas nas lavouras. Dependendo das condições climáticas e de manejo, a BRS A705 não necessita de aplicação de fungicidas, enquanto que as cultivares suscetíveis recebem de duas a três aplicações no Rio Grande do Sul. O número de aplicações é muito mais elevado nas regiões tropicais.

Características fortes da nova cultivar:

- Com resistência moderada às principais doenças que atingem o arroz, a nova cultivar reduz o número de aplicações de fungicidas nas lavouras.

- Dependendo do clima e do manejo, ela pode nem necessitar do defensivo.

- Precocidade reduz a necessidade de irrigação, permitindo economiza nos custos com recursos hídricos e energia elétrica.

- Apresenta alto potencial de produtividade: cerca de dez toneladas por hectare.

- Seu porte baixo, entre cinco e dez centímetros menor que as plantas convencionais, lhe confere resistência ao acamamento.

Produto: Cultivar convencional Ano de Lançamento: 2022

Bioma: Pampa

Unidade Responsável: Embrapa Clima Temperado

Unidades Participantes: Embrapa Arroz e Feijão

Onde Encontrar:
AGROGIUSTI IND. E COMERCIO DE SEMENTES LTDA
ROD. TVO 367 Nº 3442, Rio Aparecida
CEP:88930000
Cidade: Turvo
UF: SC
Telefone: 4835259430
E-mail: edivani@agrogiusti.com.br

EDSON CERATTI EIRELI
RODOVIA BR 472
CEP:97500505
Cidade: Uruguaiana
UF: RS
Telefone: 55 3413 1664
E-mail: edson@sementesceratti.com.br

JORGE AUGUSTO BARRAGANA BRAZEIRO
Rua Francisco Vicente Vello, nº 491 Vila Hípica
CEP:97505250
Cidade: Uruguaiana
UF: RS
Telefone: 55 3413-3381
E-mail: brazeiro@brazeirosementes.com.br

Galeria de imagens