Transferência de Tecnologia

A área de Transferência de Tecnologia da Embrapa Caprinos e Ovinos atua de forma integrada com a pesquisa e desenvolvimento, com foco na inovação. Tem como objetivo prospectar demandas tecnológicas e não tecnológicas e trabalhar para a incorporação ao setor produtivo dos conhecimentos e tecnologias gerados pela unidade. 

A chefia adjunta de Transferência de Tecnologias gerencia o trabalho realizado por dois setores que compõem sua estrutura: o Setor de Prospecção e Avaliação de Tecnologias (SPAT) o Setor de Implementação da Programação de Transferência de Tecnologias (SIPT). 

O SPAT é responsável, entre outras atividades, pela prospecção de demandas tecnológicas a serem objeto da programação de pesquisa e desenvolvimento e transferência de tecnologia da unidade. O setor realiza também a análise de impacto ex-ante de propostas de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação. 

Cabe ao SIPT produzir os meios necessários ao processo de transferência de tecnologia e à entrega dos produtos tecnológicos, objeto de acordos com os interessados; coordenar eventos de transferência tecnológica da Embrapa Caprinos e Ovinos e de instituições parceiras; apoiar as iniciativas para implementação de políticas e programas governamentais relacionados à missão da unidade; entre outras atividades.