Notícias

02/06/21 |   ILPF

Intensificação sustentável da produção agropecuária com sistemas ILPF será apresentada em evento on-line gratuito

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Nas noites de 9 e 10 de junho, a Fazenda Santa Brígida, de Ipameri (GO), vai mais uma vez mostrar como a produção agropecuária pode ser intensificada de forma sustentável com o uso de sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e garantir o protagonismo do agronegócio brasileiro na missão de fornecer alimentos, fibras e energia para o mundo. Mas neste ano, o tradicional Dia de Camp, realizado desde 2006, dará lugar a um evento 100% on-line e gratuito: o Santa Brígida Open Farm

Promovido pela Rede ILPF, o encontro virtual reunirá palestrantes que vão abordar temas de relevância internacional sobre a produção integrada e sustentável no Brasil com o uso dos sistemas de ILPF, já adotados em mais de 17 milhões de hectares no País. Nos dois dias do evento, as palestras serão realizadas das 19h às 22h.

A primeira noite contará com a participação da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que fará uma mensagem introdutória do encontro. A abertura será realizada pela proprietária da Fazenda Santa Brígida, Marize Costa, e pelo presidente do Conselho Gestor da Rede ILPF, Renato Rodrigues. O pesquisador Maurício Lopes, da Embrapa Agroenergia (DF), fará a palestra “Agricultura no Brasil em 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”. Em seguida, Iêda Mendes, pesquisadora da Embrapa Cerrados (DF), abordará o tema “Saúde do solo em sistemas integrados: uma combinação ganha-ganha em ambientes tropicais”.

A programação do dia 9 será finalizada com o painel “ILPF: produzir e preservar é possível”, com Marize Costa; Guillermo Carvajal, diretor de sustentabilidade da Syngenta para a América Latina; Luiz Lourenço, presidente do conselho de administração da Cocamar; e Gustavo Lunardi, diretor de operações da SLC Agrícola. A moderação será de Paulo Herrmann, presidente da John Deere no Brasil.

Três palestras e o painel especial “Prêmio Nobel da Paz” compõem a programação da segunda e última noite do Santa Brígida Open Farm. O tema “Financiamento verde para a agricultura” será tratado por Leisa de Souza, coordenadora do Programa de Agricultura da Climate Bonds Initiative (CBI) no Brasil, e Justine Leigh-Bell, vice-presidente executiva e diretora de desenvolvimento de mercado da CBI. José Pugas, membro do conselho da Ceptis Agro, sócio e líder de Ambiental, Social e Governança e Agronegócio da JGP, falará sobre a “Certificação de propriedades ILPF e o impacto das finanças verdes”. E Aurélio Pavinato, diretor-presidente da SLC Agrícola, abordará o tema “Produção agrícola x serviços ambientais”.

O painel “Prêmio Nobel da Paz” terá como convidado especial o ex-ministro da Agricultura Alysson Paolinelli, indicado ao Nobel da Paz 2021. Também participarão Roberto Rodrigues, ex-ministro da Agricultura e embaixador especial da FAO; o presidente da Embrapa, Celso Moretti; Durval Dourado, presidente da Escola Superior de Agronomia “Luiz de Queiroz” (Esalq); e Evaldo Villela, presidente do CNPq. A moderação também será de Paulo Herrmann, da John Deere. 

Durante o evento, serão anunciados os vencedores do Prêmio Rede ILPF de Jornalismo.

O Santa Brígida Open Farm será transmitido ao vivo, com tradução simultânea para o inglês e o espanhol, no endereço: https://santabrigidaopenfarm.com.br/.

 

A ILPF e a Rede ILPF

Os sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) são uma estratégia de produção que integra diferentes sistemas produtivos, agrícolas, pecuários e florestais dentro de uma mesma área. Podem ser realizados em cultivo consorciado, em sucessão ou em rotação, de forma a proporcionar benefícios mútuos para todas as atividades. Com isso, buscam otimizar o uso da terra, elevando a produtividade, diversificando a produção e gerando produtos de qualidade. E, assim, promovem a redução da pressão sobre a abertura de novas áreas.

A ILPF pode ser utilizada em quatro possíveis modalidades: Integração Lavoura-Pecuária (ILP), atualmente a mais utilizada no País; Integração Lavoura-Floresta (ILF); Integração Pecuária-Floresta (IPF); e a forma completa – Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF). A ILPF é considerada a grande resposta do País para a demanda mundial em produzir mais alimentos de forma sustentável. 
Saiba mais sobre a tecnologia no Espaço Temático elaborado pela Embrapa, que disponibiliza vídeos, publicações para download gratuito, notícias e diversas informações.

Formada pela Embrapa, Bradesco, Ceptis, Cocamar, John Deere, Soesp, Syngenta, a Associação Rede ILPF tem como objetivo acelerar a ampla adoção das tecnologias de ILPF por produtores rurais como parte de um esforço que busca a intensificação sustentável da agricultura brasileira.

 

Sobre a Fazenda Santa Brígida

A Fazenda Santa Brígida é referência nacional em produção sustentável. A propriedade é uma das fazendas modelo da Rede ILPF, além de ter sido a primeira a receber a Certificação de Propriedade da Rede ILPF, que utiliza a plataforma MRV - TrustScore®️ da Ceptis Agro, que monitora continuamente o processo produtivo e o compromisso da propriedade com a sustentabilidade. Em duas safras de grãos, a fazenda produz soja, milho, sorgo, girassol e uvas do cerrado, consorciadas com as safras do gado de corte e com a madeira da floresta plantada.

Breno Lobato (MTb 9417-MG)
Embrapa Cerrados

Contatos para a imprensa

Telefone: (61) 3388-9945

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Conteúdo relacionado

Soluções tecnológicas Ver mais

Prática agropecuária: Prática agropecuária