Publicações

Avaliação qualitativa da percepção de extensionistas rurais em relação ao uso e à conservação de recursos hídricos.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Autoria: ROCHA, F. E. de C.; RAMOS, E. M. S.; KISHI, S. M.; MARCELINO, M. Q. dos S.; SOUSA, E. dos S. de; JÚLIO, L. DE; TIMPONI, M. R.

Resumo: Avaliou-se o uso sustentável da água na agricultura tendo como base um modelo pré-estabelecido e as crenças, atitudes e valores de extensionistas rurais. Com base na fala dos entrevistados e na literatura consultada, considerou-se como sistema sustentável a interação dos seguintes fatores: recuperação e conservação de nascentes, conservação e recuperação de matas de galeria/ciliares; uso de água na agricultura; manejo e conservação do solo e gestão de resíduos. O delineamento do estudo foi correlacional com amostragem não probabilística. O tamanho da amostra foi definido pela saturação das crenças. Utilizou-se questionário com perguntas semiestruturadas aplicado na forma de entrevistas a 21 técnicos da Emater/DF. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas por meio da análise de conteúdo, modelo Bardin (2004). Verificou-se que o discurso dos extensionistas focou mais a temática do uso da água na agricultura, especialmente no quediz respeito à irrigação. Pode-se inferir que a influência técnica dos extensionistas sobre os agricultores se dá mais no âmbito do uso racional da água (quantidade e distribuição da água) que em seu uso sustentável na agricultura (sistema de produção com equilíbrio ecológico).

Ano de publicação: 2010

Tipo de publicação: Folhetos

Unidade: Embrapa Cerrados