Transferência de Tecnologia

O dinamismo das relações institucionais e o constante diálogo com a sociedade incentivam a troca de conhecimentos e tecnologias, ajudando a identificar novas necessidades de pesquisa e desenvolvimento.

As ações incluem unidades demonstrativas e de observação, eventos técnico-científicos, dias de campo, participação em feiras e exposições e a divulgação ampla de resultados através de publicações e dos veículos de comunicação.

A intensa agenda da Unidade é concretizada por meio de sua extensa rede de parcerias, que aproxima instituições públicas e privadas, pesquisadores, agentes de assistência técnica e extensão rural e agricultores e suas representações. Destacamos aqui, a EMATER/RS, uma das mais bem organizadas estruturas de ATER do país, com a qual a Unidade trabalha em parceria desde 1982. Além das inúmeras atividades organizadas em conjunto, as duas instituições mantêm o Programa de TV Terra Sul e a Clínica Fitossanitária, que atende prioritariamente às demandas dos extensionistas na identificação de problemas fitossanitários.

Cabe destacar que a qualificação da equipe permite que a Transferência de Tecnologia represente uma das principais estratégias de gestão da Unidade, funcionado como uma porta de entrada para novas demandas, não só para a Transferência de Tecnologia, como também para P&D e Desenvolvimento Institucional.

Além das atividades mais relacionadas com as rotinas de um centro ecorregional e de projetos do Macroprograma 4, a TT da Embrapa Clima Temperado coordena projetos como o ConFIE - Tecnologias para a Sustentabilidade dos Assentamentos de Reforma Agrária, em parceria com as Unidades localizadas no RS, FAPEG, INCRA e representações da Reforma Agrária; e o projeto Quintais Orgânicos de Frutas, estratégia que contribui para a segurança alimentar dos públicos em situação de risco social, em parceria com a Eletrobras - CGTEE. Estes dois projetos em execução desde 2003 têm permitido à Unidade participar de um vigoroso processo de democratização do conhecimento gerado na Embrapa.

Outro destaque no quadro de parcerias é o Fórum da Agricultura Familiar do Território Sul do RS. A Unidade participa desde a fundação, em 1994. Participam hoje, mais de 100 organizações, envolvendo agricultores familiares, assentados da reforma agrária, quilombolas, pescadores artesanais, coletivo de mulheres, organizações públicas, organizações sociedade civil e movimentos sociais. As reuniões mensais acontecem nas dependências da Unidade, que participa da coordenação e da secretaria executiva.