O Conselho de Administração da Embrapa (Consad) foi instalado em 1997. É um órgão da administração superior e responsável pela organização, controle e avaliação das atividades da Empresa, composto por oito membros. Tem competência, entre outras atribuições, para fixar as políticas de ação da instituição. Aprova seus planos diretores e os anuais e plurianuais de trabalho, regimento interno, modelo institucional e estrutura organizacional, política e quadro de pessoal, incluindo a tabela de salários e outros benefícios.

Os empregados da Embrapa passaram a ter um representante no Consad, escolhido por meio de eleição, após aprovação da Lei 12.353, de 28/12/2010, que dispõe sobre a participação de empregados nos conselhos de administração das empresas públicas e sociedades de economia mista.

Composição, competência e regimento interno do Consad estão descritos no Decreto Nº 7.766, de 25 de junho de 2012, que aprova o Estatuto da Embrapa. 

Funcionamento

O Consad reúne-se ordinariamente a cada dois meses e extraordinariamente sempre que necessário. E uma vez ao ano, sem a presença do Presidente da Embrapa – ele integra o Conselho -, para aprovação do Plano Anual de Atividades de Auditoria Interna e do Relatório Anual das Atividades de Auditoria Interna.
 

 

Acesse o Estatuto da Embrapa

 

 

Composição

Presidente: 

Vice-Presidente: 

  • Vago 

Membro Nato: 

Membros Indicados: 

  • Vago
    Representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, proposto por organizações que congreguem produtores, empresas ou trabalhadores que atuem nos setores agropecuário ou agroindustrial
  • Vago 
    Representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, proposto por entidades civis ou governamentais ligadas à pesquisa, ao ensino e ao desenvolvimento técnico-científico, de representações de profissionais e entidades vinculadas à atividade agropecuária ou agroindustrial
  • Vago
    Representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário