25/05/16 |   Produção animal  Produção vegetal  ILPF

Dia de Campo na TV - Forrageiras em consórcio com soja e milho

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Este programa foi ao ar no dia 03 de junho de 2016.

O Dia de Campo na TV vai falar sobre os benefícios do consórcio de capim braquiária e outras espécies forrageiras com milho e com soja, práticas que são modalidades de sistemas de Integração Lavoura-Pecuária (ILP). As forrageiras podem ser semeadas sobre a cultura da soja e/ou semeada a lanço ou em linha com o milho, sem prejuízo para as lavouras de grãos. Os consórcios da braquiária (e outras espécies forrageiras) com o milho e a soja garantem a cobertura do solo devido à produção de palhada, maior oferta de forragem aos animais no período seco, além de melhoria das qualidades físicas, químicas (ciclagem de nutrientes) e biológicas do solo e palhada para cobertura do solo para o cultivo seguinte.

Os principais benefícios da integração ILP são: melhoria das propriedades químicas (ciclagem de nutrientes), físicas e biológicas do solo; redução da ocorrência de doenças, insetos, pragas e plantas daninhas; maior produtividade das plantas e dos animais; e redução de riscos pela diversificação de atividades. A busca por melhoria na qualidade de cobertura de solo para o sistema plantio direto, por meio de gramíneas forrageiras como a braquiária e outras, pode auxiliar na adoção da ILP no Brasil Central.

Pesquisas mostram que ao contrário do que muitos acreditam, a presença da forrageira, por si só, não promove o aumento de nematóides na lavoura. De acordo com o pesquisador Lourival Vilela, "para o sucesso dos consórcios é de fundamental importância o manejo correto e a rotação adequada das culturas no sistema." Essas medidas vão evitar problemas como o aumento do número nematóides nas culturas de soja e milho.

Os sistemas de ILP são indicados para os agricultores e pecuaristas que desejam incrementar a produtividade da lavoura e o desempenho dos rebanhos com sustentabilidade. Para os pecuaristas, os consórcios de capim braquiária, e outras espécies forrageiras com o milho e a soja garantem maior oferta de forragem aos animais no período seco. Já para os produtores de grãos, esses consórcios promovem a melhoria da qualidade do solo, bem como palhada suficiente para cobertura do solo para o cultivo seguinte.

A Embrapa Cerrados, em parceria com outras Unidades e instituições como a Emater-GO e o Instituto Federal Goiano, vem desenvolvendo pesquisas em fazendas do Brasil Central para mostrar as vantagens da adoção da ILP. A expectativa é de que a adoção desses consórcios resulte em melhorias significativas na sustentabilidade socioeconômica e ambiental das propriedades na região.

O Dia de Campo na TV  "Forrageiras em consórcio com soja e milho" foi produzido pela Embrapa Informação Tecnológica em parceria com a Embrapa Cerrados (Brasília-DF), Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculadas ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Além do tema principal o programa aborda outros assuntos nos quadros – Agência Embrapa de Notícias, Sempre em Dia; Repórter em Campo; Na Mesa; Minuto do Livro, Quem quer ser cientista e Ciência e Tecnologia em Debate.

Saiba como sintonizar.

No site http://www.embrapa.br/diacampo você acessa a grade completa da programação, além de reportagens dos programas.

Breno Lobato (MTb 9417–MG)
Embrapa Cerrados

Contatos para a imprensa

Telefone: (61) 3388-9945

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

dctv2016ilp