05/11/15 |   Manejo Integrado de Pragas

Dia de Campo na TV - Controle biológico por conservação: uso de plantas atrativas

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Este programa foi ao ar no dia 06 de novembro de 2015.

O Dia de Campo na TV vai falar sobre um dos grandes desafios da agricultura – produzir alimentos e combater as pragas e doenças comuns nas lavouras sem causar danos ao ambiente. As plantas atraem insetos que se alimentam delas e que, por sua vez, servem de alimento para outros insetos que atuam como agentes naturais de controle biológico. A diversificação dos cultivos agrícolas podem trazer inúmeros benefícios, entretanto, é necessário levar em conta as possíveis interações, as pragas e doenças mais comuns, a arquitetura das plantas, entre outros fatores, para que ela seja positiva e favoreça o aumento de inimigos naturais.

O uso da diversificação de plantas em cultivos agrícolas promove a atração e manutenção dos agentes naturais de controle, redução do uso de medidas curativas para o controle de pragas, tem baixo custo, não deixa resíduos no ambiente e nos alimentos. Pode ser útil para qualquer tipo de cultivo, anuais ou perenes, sendo mais facilmente adotado por agricultores familiares em cultivos de hortaliças, mas existem também resultados que mostram os benefícios em pomares e cafeeiros.

O uso de diferentes espécies de plantas nas lavouras, em sistema de rotação ou em cultivos consorciados, cria um ambiente ideal para atrair e conservar os insetos inimigos naturais das pragas agrícolas. Os pesquisadores tentam entender a interação entre as plantas, os insetos-praga e os insetos benéficos, ou seja, aqueles que se alimentam das pragas agrícolas e fazem bem às lavouras.

Saber como a diversidade de plantas afeta o controle biológico exige estudos de campo e laboratório, e as pesquisas realizadas pela Embrapa buscam identificar as espécies vegetais que possuem potencial de atrair insetos, e identificar grupos de insetos atraídos pelas plantas e a função deles como predadores ou parasitas de pragas. O manejo de insetos pragas deve ser visto como uma interação entre o conjunto biótico (animais e vegetais) que integra o mesmo ecossistema: plantas, insetos fitófagos (pragas) e agentes naturais de controle. As fontes de alimentação dos agentes naturais de controle são: outros insetos, néctar e pólen.

O Dia de Campo na TV Controle biológico por conservação: uso de plantas atrativas foi produzido pela Embrapa Informação Tecnológica (Brasília/DF), em parceria com Embrapa Agrobiologia (Seropédica/RJ) e Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília/DF), Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculadas ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Saiba como sintonizar.

No site http://www.embrapa.br/diacampo você acessa a grade completa da programação, além de reportagens dos programas.

Ana Lucia Ferreira (MTb 16913/RJ)
Embrapa Agrobiologia

Telefone: (21) 3441-1500

Irene Lôbo (DRT/DF 11354/01)
Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

Telefone: (61) 3448-4768

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

controle biológicodctv2015brasilsojapragapestferomôniopercevejobugbiological controlsoybeanbrazilphéromonechinchecontrol biológicopestesoyaferomona