1. Coordenar o planejamento, a elaboração e a atualização do Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI), em consonância com as políticas de governo, e alinhado aos objetivos, às diretrizes estratégicas e às necessidades da Embrapa;
  2. Coordenar a implantação e o acompanhamento da execução da programação corporativa de TI, alinhada às necessidades de informação priorizadas, orientando estratégica e taticamente as ações necessárias à sua implementação;
  3. Assessorar a Diretoria Executiva e o Comitê Gestor de TI nas seguintes ações:
    - Planejamento e priorização do orçamento de custeio e investimento em TI;
    - Priorização de processos, projetos e ações relativos à gestão e ao uso corporativos de soluções de TI;
    - Definição, priorização e integração das necessidades de informação relacionadas aos processos de trabalho a serem automatizadas;
    - Estabelecimento e acompanhamento de indicadores de desempenho e de resultados dos processos, dos projetos e das ações de TI;
    - Definição, implantação e gestão da política corporativa de segurança da informação.
  4. Coordenar a definição, implantação e institucionalização de processos fundamentais de governança de TI para o atendimento das diretrizes governamentais e da Embrapa;
  5. Propor estratégias para fortalecer a articulação e integração interna, criando espaço de discussão, elaboração e execução de processos, padrões e ações de TI, envolvendo as Unidades da Embrapa;
  6. Criar um ambiente facilitador ao intercâmbio e a troca de conhecimento sobre as boas práticas e inovações em TI;
  7. Apoiar as ações de gestão da informação e do conhecimento da Embrapa;
  8. Garantir que o acesso, o tratamento e o armazenamento de informações na Embrapa ocorram em conformidade com políticas e normas que assegurem confidencialidade e integridade de tais informações;
  9. Promover a renovação contínua da infraestrutura de TI, garantindo o desempenho e o acesso aos serviços e aos produtos de TI conforme os padrões definidos;
  10. Exercer as atribuições inerentes à secretaria executiva do Comitê Gestor de Tecnologia da Informação (CGTI).

  1. Definir, manter atualizada e gerenciar a arquitetura e a infraestrutura tecnológica de rede de dados e comunicação, de armazenamento de dados corporativos, de Business Intelligence e servidor de aplicação;
  2. Definir e disponibilizar diretrizes, políticas, procedimentos e padrões de segurança da informação, em parceria com as Unidades;
  3. Garantir a disponibilidade e continuidade dos serviços de TI, conforme os Acordos de Nível de Serviço estabelecidos com os gestores dos processos estratégicos, táticos e operacionais da Embrapa;
  4. Definir e manter a infraestrutura de autenticação, autorização, certificação e assinatura digital;
  5. Diagnosticar, analisar e atuar sobre os incidentes de segurança da informação nos ativos de TI;
  6. Planejar, adquirir, implantar e gerenciar a capacidade de infraestrutura de TI;
  7. Definir os indicadores, coletar e analisar os dados referente ao desempenho dos processos de gerenciamento da capacidade, disponibilidade, problemas, incidentes e avaliar a eficiência e eficácia da infraestrutura de TI.

  1. Elaborar, implantar e revisar o PDTI, em consonância com as políticas de governo, e alinhado aos objetivos, às diretrizes estratégicas e às necessidades da Embrapa em parceria com as Unidades;
  2. Coordenar projetos e ações de implantação do modelo de Governança corporativa de TI na Embrapa;
  3. Avaliar e monitorar o desempenho dos processos de TI e propor melhoria com base nas mensurações realizadas;
  4. Incentivar, articular, apoiar e orientar estrategicamente, conforme o PDTI, as iniciativas e os projetos corporativos de TI envolvendo as Unidades;
  5. Promover a interação, cooperação, integração e desenvolvimento dos empregados de TI nas competências fundamentais estabelecidas no PDTI;
  6. Definir, validar, institucionalizar processos, procedimentos e critérios para orientar o planejamento, seleção e gestão dos contratos  de produtos e serviços de TI;
  7. Definir e implantar, em conjunto com as Unidades, um plano anual de investimento e custeio de TI para a Embrapa, conforme o PDTI

  1. Definir e coordenar a estratégia de atendimento das necessidades de informação de produtos de software corporativos, de acordo com as priorizações definidas no PDTI, alinhadas aos processos estratégicos, táticos e operacionais da Embrapa;
  2. Definir, implantar e melhorar continuamente o Processo de Desenvolvimento de Produtos de Software de forma integrada com os processos de gestão de projetos, gerência de requisitos, garantia da qualidade, gerência de configuração, medição e outros processos essenciais da engenharia de software;
  3. Promover o desenvolvimento de sistemas de informação, de forma integrada e colaborativa, e em conformidade com os processos e padrões institucionalizados;
  4. Definir, juntamente com as Unidades Descentralizadas, padrões e arquiteturas tecnológicas a serem adotadas no desenvolvimento de produtos de software na Embrapa;
  5. Definir e manter atualizado o portfólio de produtos de software desenvolvidos internamente ou adquiridos pela Embrapa;
  6. Identificar e analisar a viabilidade de uso de soluções de produtos de software disponíveis no governo e no mercado, que possam atender às necessidades da Embrapa;
  7. Definir, manter e garantir a integridade do modelo corporativo de dados da Embrapa;
  8. Coordenar o atendimento das necessidades relacionadas à inteligência empresarial da Embrapa (Business Intelligence) por meio dos processos de coleta, integração, análise e disponibilização de relatórios gerenciais;
  9. Desenvolver, manter e melhorar continuamente a Intranet e Portais corporativos da Embrapa de acordo com normas e padrões definidos em conjunto com as Unidades e auxiliar os gestores na disponibilização e gestão do conteúdo e de informações;
  10. Definir indicadores, coletar e analisar os dados referentes ao desempenho dos processos de software e a produtividade da equipe.

  1. Fortalecer a comunicação, a interação e o relacionamento com os clientes de TI;
  2. Definir, institucionalizar e apoiar as Unidades Descentralizadas na gestão dos processos de relacionamento com o cliente de TI;
  3. Promover a adoção de padrões, metodologias e métricas para garantir a qualidade no atendimento ao cliente de TI;
  4. Implementar, gerenciar e monitorar a Central de Serviços de TI, de acordo com os níveis de serviços estabelecidos;
  5. Definir, divulgar e manter o catálogo de serviços de TI;
  6. Atuar na solução de incidentes e problemas relacionados aos serviços de TI;
  7. Orientar os usuários quanto à adoção de ações de segurança em relação ao uso dos recursos, dos serviços e dos produtos de TI;
  8. Definir e implantar, em conjunto com as Unidades, os procedimentos para manutenção da infraestrutura de hardware e software básicos para os clientes de TI;
  9. Realizar e gerenciar, em conjunto com as Unidades, o inventário de hardware e software disponíveis na Embrapa.