O tempo de corte varia de acordo com o uso: 5 a 7 anos (energia, carvão e celulose), 12 a 20 anos (serraria).

Personagem Neila da cartilha "Uma aula no Sítio Tecnológico da Embrapa"