·         Nome cientifico: Hevea brasiliensis

  • Nome popular: Seringueira; seringa; seringa-verdadeira; cau-chu; arvore-da-borracha; seringueira-preta (AC), serinqueira-branca; seringueira-rosada
  • Ciclo de vida: longo
  • Classificação cientifica

o   Classe: Dicotiledônea

o   Família : Euphorbiaceae

o   Gênero:

  • Ocorrência: Região amazônica, na margem de rios e lugares inundáveis da mata tropical úmida. Existem na floresta amazônica mais 11 espécies de seringueira, todas do gênero Hevea e muito parecidas com essa. Plantas Semidecidua, Heliófita ou esciófita, característica da floresta tropical amazônica de várzeas inundáveis e menor frequência na floresta de terra firme. Ocorre preferencialmente em solos argilosos e férteis da beira de rios e várzeas.
  • Texto geral da espécie: Planta lactescente de 20-30 m de altura, com tronco de 30-60 cm de diâmetro. Folhas compostas trifolioladas, com folíolos membranáceos e glabros. Leve (densidade 0,45 g/cm³), mole, de baixa durabilidade natural e de alburno indistinto.
  • Utilidade: As amêndoas (sementes) fornecem óleo secativo muito usado na industria de tintas e vernizes.
  • Período de florescimento: floresce a partir de agosto, prolongando-se até inicio de novembro. A maturação dos frutos ocorre no período abril-maio.
  • Sementes e mudas
    • Obtenção de sementes: Recolher as sementes no chão logo após sua queda espontânea. Um kg de sementes contem aproximadamente 260 unidades, cuja viabilidade é de menos de 90 dias.
    • Produção de mudas: A emergência ocorre em 20-40 dias e, a taxa de germinação geralmente é alta. Transplantar as mudas dos canteiros para embalagens individuais quando alcançarem 4-6 cm, as quais ficam prontas para plantio no campo em 4-6 meses; no caso de se preparar mudas enxertadas, essa é a época de ser plantada no viveiro de campo.