15/06/18 |   Strategic Management

Deputados do DF destacam importância da Embrapa para a segurança alimentar mundial

Enter multiple e-mails separated by comma.

Photo: Maria Clara Guaraldo

Maria Clara Guaraldo - Dez empregados da Embrapa são homenageados durante sessão solene

Dez empregados da Embrapa são homenageados durante sessão solene

Empresa foi homenageada na Câmara Legislativa do Distrito Federal em sessão solene que também entregou moção de louvor a dez empregados

Em comemoração aos 45 anos da Embrapa, a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) realizou nesta quinta-feira (14) sessão solene, onde parlamentares, secretários do Governo do Distrito Federal, representantes de organismos internacionais e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF) foram unânimes em reconhecer a importância da Empresa como uma instituição de saber e de pesquisa que ultrapassa as fronteiras nacionais e contribui para a segurança alimentar mundial. Na mesma cerimônia, dez empregados da Empresa foram homenageados.

Pesquisadores, analistas, técnicos e assistentes lotados na Embrapa Agroenergia, Embrapa Café, Embrapa Cerrados, Embrapa Hortaliças e Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, além do pesquisador Eliseu Alves, presidente da Empresa de 1979 a 1985, receberam moções de louvor pelos trabalhos relevantes desenvolvidos nas Unidades do Distrito Federal.

A sessão solene teve a participação da Diretoria Executiva, com a presença dos diretores de Pesquisa e Desenvolvimento, Celso Moretti, representando a Empresa como presidente em exercício, de Inovação e Tecnologia, Cleber Soares, e de Gestão Institucional, Lúcia Gatto. Cerca de 40 empregados e chefes de Unidades, além dos familiares dos homenageados, lotaram o auditório da Câmara Legislativa.

Autor do requerimento de solicitação da solenidade, o presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT), destacou o trabalho da Embrapa de realizar o planejamento estratégico da agricultura brasileira com o horizonte temporal para 2030. Referindo-se ao documento Visão 2030, o deputado distrital enfatizou que o País precisa seguir o exemplo da Embrapa e planejar suas políticas públicas. “Precisamos de uma política de longo prazo, a exemplo do que fez a Embrapa para garantirmos a continuidade de projetos e programas, independente de governos”, afirmou, ao dar início à cerimônia.

Além do presidente da CLDF, fizeram parte da mesa Celso Moretti, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal, Fernando Cézar Ribeiro, o representante das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura no Brasil (FAO), Alan Bojanic, o representante do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Jorge Hernán Chiriboga, o secretário de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do DF, Argileu Martins, a presidente da Comissão do Agronegócio da OAB/DF, Renata Viana, e os parlamentares Wasny de Roure (PT/DF) e Bispo Renato (PR/DF).

Parlamentares e representantes dos organismos internacionais destacaram o importante papel da Embrapa no desenvolvimento de tecnologias sustentáveis e na garantia da segurança alimentar, tanto para o Brasil quanto para o cenário internacional, especialmente América do Sul e África. “Com a contribuição da Embrapa, alcançamos novos patamares de produtividade, mas também não deixamos de olhar para os agricultores familiares mais pobres”, disse o deputado Wasny de Roure.

Para o representante do IICA, que é equatoriano, a Embrapa tornou-se uma instituição mundial referência na pesquisa e na inovação e que tem respondido ao desafio de “produzir mais, com sustentabilidade”. Fernando Cézar Ribeiro lembrou o importante papel desempenhado pelas Unidades no Distrito Federal.

Em seu discurso, Moretti reconheceu o empenho da Câmara Legislativa em articular recursos para a Embrapa e também a parceria da Secretaria de Agricultura do DF e da Emater no desenvolvimento de ações de pesquisa e inovação da Embrapa. Ele enfatizou a trajetória da Empresa nesses últimos 45 anos, que fez com que o País se transformasse em um dos principais produtores de alimentos do mundo.

“O Brasil, que na década de 70 era um país que vivia na insegurança alimentar, conhecido como produtor de café, cacau e cana-de-açúcar, principais commodities da época, fez a transformação, deu um salto fantástico para se transformar em um dos principais players, um dos principais produtores de alimentos no mundo. E, ao longo dessas quatro décadas, fizemos isso de modo sustentável”, destacou.

Moretti ressaltou os resultados da safra 2017/2018, na qual foram produzidos 240 milhões de toneladas de grãos, 23 milhões de toneladas de frutas, 15 milhões de toneladas de hortaliças e 35 bilhões de litros de leite, permitindo que o Brasil alimentasse mais de 1,5 bilhão de pessoas no mundo. “Todo esse crescimento foi feito de forma sustentável”, enfatizou, lembrando que o Brasil preserva 66% do seu território em florestas e matas nativas, o equivalente a toda a superfície da União Europeia e mais 3,6% do território da Noruega.

“Essa sustentabilidade e o desenvolvimento da agricultura tiveram três grandes pilares: a transformação de solos ácidos e pobres em férteis, a tropicalização de cultivos e de raças de animais e o desenvolvimento de uma plataforma sustentável, com o o uso de controle biológico, o plantio direto e, principalmente, em se tratando de uma cadeia produtiva como a soja, a fixação biológica do nitrogênio (FBN)”, complementou o diretor.

Com relação à FBN, Moretti lembrou que o Brasil planta em torno de 35 milhões de hectares de soja sem usar adubos químicos nitrogenados. Essa tecnologia, na safra de 2016, resultou em uma economia de US$ 13 bilhões para o País. “Uma única tecnologia, em uma única safra, paga 13 anos de orçamento da Embrapa. Esses dados mostram que vale a pena investir em pesquisa, tecnologia e inovação”, salientou.

Confira aqui as fotos do evento.

Sessões solenes

Os 45 anos da Embrapa também foram celebrados pelo Congresso Nacional. No dia 26 de abril, foi realizada sessão solene na Câmara dos Deputados, onde foram ressaltadas as contribuições da Embrapa e parceiros para a pesquisa agropecuária e o desenvolvimento do agro brasileiro, bem como o comprometimento com a agenda global da Organização das Nações Unidas (ONU) para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). No dia 24 de maio, foi realizada sessão solene no Senado Federal. A cerimônia reuniu mais de 100 pessoas, entre parlamentares, embaixadores, representantes de organismos internacionais, lideranças do agronegócio, de instituições de pesquisa, empregados e diretores da Embrapa.

Homenageados na Câmara Legislativa do Distrito Federal

Embrapa Agroenergia

Pesquisador: Hugo Bruno Corrêa Molinari
Analista: Thais Demarchi Mendes

Embrapa Hortaliças 

Pesquisador: Leonardo Silva Boiteux  
Assistente: Valdir Gomes do Vale

Embrapa Cerrados

Pesquisador: Lourival Vilela
Técnico: José Carlos Gonçalves dos Santos

Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia   

Pesquisadora: Clara Goedert
Analista: Sergio Eustáquio de Noronha

Embrapa Café

Pesquisadora: Elza Jacqueline Meirelles

Sede 

Pesquisador: Eliseu Alves

Maria Clara Guaraldo (MTb 5027/MG)
Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas

Press inquiries

Phone number: 61-3448-1516

Further information on the topic
Citizen Attention Service (SAC)
www.embrapa.br/contact-us/sac/

Image gallery

Find more news on:

embrapa-45-anos