Início       Biblioteca Multimídia      Pesquise!       Ações Educativas      Conheça a Embrapa    Fale conosco

Pragas e doenças agrícolas

Cenário Pragas e Doenças Agrícolas
Back

Broca-do-olho-do-coqueiro

Broca do olho do coqueiroQuem olha para o besouro Rhynchophorus palmarum, conhecido também como Arthur, de mãos dadas com um macaquinho, observa o coqueiro doentebroca-do-olho-do-coqueiro, não pensa que ele pode carregar dentro do seu corpo um verme que transmite uma doença letal para o coqueiro.

Isso mesmo! O broca-do-olho-do-coqueiro é considerado uma das principais pragas do coqueiro, porque sua larva prejudica a região de crescimento desse vegetal. Além disso, o inseto adulto é o principal transmissor do verme Bursaphelenchus cocophilus, causador da doença anel-vermelho.

Pensando em como controlar a praga desse besouro nas plantações de coco, e assim, evitar que a doença se espalhe no campo, a Embrapa Tabuleiros Costeiros desenvolveu tecnologias simples, com o uso de armadilhas e de iscas atrativas para ela.

Essas armadilhas são feitas com balde de plástico e garrafas PET, nos quais são colocados pedaços de cana-de-açúcar ou de outros materiais que têm o poder de fermentação: como mamão, mandioca, casca de coco verde, abacaxi e outros restos de alimentos. E, no fundo e nas laterais delas, são feitos pequenos furos para evitar acúmulo de água e facilitar a entrada do ar.

Dai então, basta os besouros sentirem o cheiro de restos de alimentos fermentados, assim como do feromônio (substância química que, captada por animais de uma mesma espécie, promove a atração entre eles) exalado por seus parceiros, para que sejam atraídos e pegos nessas armadilhas

Além de simples e práticas, essas armadilhas de pegar broca-do-olho-do-coqueiro são de baixo custo e  colaboram com a preservação ambiental, já que reutilizam as garrafas de refrigerante descartadas como lixo.

Fonte: Embrapa Tabuleiros Costeiros