Caçador

A Estação Experimental da Embrapa em Caçador/SC (EEEC) conta com uma reserva florestal de mais de mil hectares. Desde o ano de 2002, a equipe do Laboratório de Monitoramento Ambiental desenvolve no local pesquisas ligadas à área de silvicultura e manejo para a conservação e uso sustentável da Floresta com Araucária. A área hoje também faz parte do Bosque Modelo de Caçador, o terceiro bosque modelo brasileiro reconhecido pela Rede Iberoamericana de Bosques Modelo (RIABM).

Tanto na Estação Experimental como no seu entorno estão sendo conduzidas atividades envolvendo sistemas de produção com a araucária e outras espécies da Floresta Ombrófila Mista, como bracatinga e erva-mate, além do manejo de florestas nativas e o seu monitoramento.

 

Um pouco de história

A estação experimental de Caçador fez parte de uma rede de unidades de pesquisa, que remonta à primeira metade do século XX.  Em 1939, foram criados postos agropecuários do Ministério da Agricultura, no três Estados do Sul do Brasil. Na década de 1960, as unidades passaram a ser administradas pelo Instituto de Pesquisas Agronômicas do Sul (IPEAS) sediado em Pelotas/RS. Em 1970, as unidades foram incorporadas na rede do Instituto de Pesquisa e Experimentação Agropecuária Meridional (IPEAME).

 

Mapa de localização da Estação Experimental da Embrapa em Caçador/SC.