Pesquisa e Desenvolvimento

As principais linhas de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) são referenciadas na cadeia agroalimentar, com atuação voltada para bioprospecção e a geração de conhecimento para a produção de alimentos funcionais, bem como o conhecimento e reconhecimento de produtos territoriais brasileiros e seu potencial uso na gastronomia. Para fortalecer o fomento à inovação, prioriza-se acordos de cooperação técnica e a construção de projetos com participação do setor produtivo, sejam cooperativas de pequenos produtores, instituições públicas ou privadas alinhadas ao propósito da Unidade.  

Também é objeto de PD&I o resgate de informações etnobotânicas, antropológicas sobre utilização de espécies nativas ou exóticas, com ênfase para seu uso alimentar direto ou como ingrediente na gastronomia, e a valorização territorial e uso de matérias-primas e ingredientes da biodiversidade, considerando-se aspectos associados à saúde, funcionalidade, com ênfase para seu uso alimentar direto ou como ingrediente na gastronomia, conforme linhas de pesquisa abaixo:

 

Foto de pesquisa - pínus em tubo de ensaio
Foto: Rodolfo Buhrer
 
Desde a sua criação, em 1978, uma equipe altamente especializada, composta por pesquisadores, analistas, técnicos e assistentes, com a colaboração de bolsistas e estagiários, trabalha para desenvolver tecnologia de ponta.
 
As tecnologias pesquisadas e disponibilizadas pela Embrapa Florestas estão voltadas para todas as fases do manejo florestal, tanto de espécies nativas quanto introduzidas; melhoramento genético; manejo de pragas; recuperação de áreas degradadas; sistemas agroflorestais; produtos não-madeireiros; monitoramento ambiental e temas mais recentes como florestas destinadas à produção de energia; mudanças climáticas; integração lavoura-pecuária-floresta e biotecnologia florestal.
 
Para cumprir nossa missão, contamos com uma ampla rede de parcerias: produtores rurais, órgãos públicos, empresas, universidades, institutos de pesquisa, associações, cooperativas, organizações não-governamentais, órgãos de financiamento e apoio à pesquisa, entre outros.