Técnicos de ATER 
(Assistência Técnica e Extensão Rural)

O objetivo das estratégias de relacionamento da Embrapa com o técnico de assistência e extensão rural é promover a atualização do conhecimento e o acesso a novas informações, potencializando o impacto do trabalho destes multiplicadores no campo. 

São oferecidas diversas formas de acesso às informações da Embrapa, possibilitando ao técnico decidir qual se adequa a sua rotina. 

Mais informações: SAC Embrapa / cnpgl.nuttec@embrapa.br / (32) 3311-7475

Diversos cursos presenciais em bovinocultura de leite são oferecidos pelo Núcleo de Transferência, Treinamento e Capacitação em Pecuária de Leite (Nuttec) da Embrapa Gado de Leite. 

Os alunos, em sua maioria técnicos e extensionistas, interagem com especialistas em aulas teóricas e práticas e recebem material de qualidade. A Embrapa também oferece cursos customizados para atender demandas específicas dos participantes. 

Confira na agenda de cursos na página Eventos e faça sua inscrição online.

O primeiro curso a distância da Embrapa Gado de Leite aborda o tema "Amostragem, Coleta e Transporte do Leite", com cerca de 40 horas de duração. 

A modalidade de ensino facilita a participação de estudantes e profissionais de nível técnico ou superior da área de ciências agrárias de todas as regiões do Brasil, que pode acessar o conteúdo em qualquer horário do dia. 

A plataforma oferece recursos dinâmicos, como vídeos, telas interativas, fóruns de discussão, biblioteca com publicações da Embrapa e glossário técnico. O conteúdo é elaborado por pesquisadores da Embrapa e o tutor é sempre um dos autores técnicos do curso.

A Embrapa Gado de Leite, em parceria com o Centro de Produções Técnicas (CPT), produziu uma série de vídeo-cursos em temas importantes para a pecuária de leite, ideais para produtores rurais, estudantes e técnicos que procuram informações apresentadas de maneira aplicada e linguagem simples. Acesse aqui.

Os vídeos são acompanhados de material técnico escrito por especialistas. Os temas abrangem manejo de bezerros e novilhas, qualidade do leite, nutrição, melhoramento genético, manejo de resíduos, sanidade, bem-estar animal, dentre outros ligados às principais demandas de produtores de leite e técnicos.

Ao final do curso, o aluno tem a oportunidade de fazer uma avaliação e receber um certificado. Completando 360 horas de cursos na área de bovinocultura leiteira, o aluno recebe certificado de especialista. Os certificados são assinados pela Universidade On-Line de Viçosa (UOV), afiliada mantenedora da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED).

O programa de Residência Zootécnica é oferecido em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Destina-se a estudantes de Institutos Federais de Educação Tecnológica (IFET), que cumprem jornada de 40 horas semanais durante dez meses, seguindo a metodologia "aprender fazendo".

Os participantes se dedicam a cursos e atividades práticas de exploração leiteira. Acompanham trabalhos de pesquisa com forrageiras e aprendem técnicas de manejo, alimentação, sanidade, reprodução, melhoramento genético e administração da propriedade. Ao final do programa, conhecem todas as fases da produção de leite, as tecnologias geradas e adaptadas pela Embrapa e são capazes de atuar como agentes multiplicadores.

O Programa oferece alojamento, alimentação e uma bolsa de auxílio financeiro, acesso a computadores com internet, biblioteca, sala de estudos, local para recreação e lavanderia.

O mestrado profissional em Ciência e Tecnologia do Leite e Derivados é resultado da parceria entre Embrapa Gado de Leite, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e EPAMIG/Instituto de Laticínios Cândido Tostes. Os alunos têm acesso à infraestrutura física e de pesquisas das três instituições. Conheça o site do curso.

O curso é voltado aos profissionais de nível superior de Engenharia e Tecnologia de Alimentos ou Laticínios, Biologia, Zootecnia, Agronomia, Nutrição, Medicina Veterinária, Administração, Cooperativismo, preferencialmente já vinculados a empresas do agronegócio do leite. O objetivo é qualificá-los para pesquisa aplicada e produção de tecnologias e inovações dos processos de produção.

O Programa Alimentos Seguros para a cadeia produtiva do Leite (PAS Leite) foi desenvolvido por Sebrae, Senar e Embrapa Gado de Leite, no âmbito do Programa Alimentos Seguros, com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Tem por finalidade aumentar a segurança e melhorar a qualidade do leite produzido no país.

O programa conta com uma série de cartilhas e materiais de apoio. O conteúdo está relacionado à propriedade rural, coleta e transporte de leite e indústria (laticínios), visando oferecer-lhes as condições adequadas para atender aos requisitos da legislação nacional e do mercado.

O programa está disponível para implantação em todo o território nacional. Indústrias, cooperativas, associações e produtores que tiverem interesse em aderir ao PAS Leite devem entrar em contato com Sebrae (0800 570 0800), Senar ou SAC Embrapa.

Visam apresentar, em diversos formatos, os resultados das pesquisas da Embrapa e as tecnologias desenvolvidas pela Unidade. Os materiais são produzidos por especialistas e disponibilizados na forma de folders, cartilhas, documentos técnicos e livros.

Exemplares para compra podem ser encontrados na Livraria Embrapa e na Livraria UFV. Além disso, há possibilidades de parceria com instituições para reprodução e distribuição gratuita de algumas dessas publicações para produtores e técnicos.

Clique aqui e conheça nossas publicações em diversos temas da pecuária leiteira. Aproveite também para acessar o livro "500 perguntas, 500 respostas".