Notícias

02/10/19 |   Technology Transfer

Projeto Hortas Pedagógicas apresenta balanço positivo

Enter multiple e-mails separated by comma.

Photo: Ítalo Lüdke

Ítalo Lüdke -

Após um ano e meio de atividades, que contemplaram um conjunto de etapas envolvendo várias horas de cursos de capacitação (presencial e on-line), o projeto-piloto de implantação das Hortas Pedagógicas completou sua missão e de maneira bastante satisfatória, com o pleno cumprimento das ações propostas no contrato de parceria entre o Ministério da Cidadania (à época MDS) e a Embrapa Hortaliças (Brasília-DF), em março de 2018. 

“Os resultados foram bastante positivos”, comemora o agrônomo e supervisor da área de Transferência de Tecnologia da Embrapa Hortaliças Ítalo Lüdke, que explica o princípio norteador do projeto-piloto. “Não tínhamos como foco a produção de hortaliças em si, mas trabalhar com a comunidade escolar a questão do incentivo ao consumo, da educação alimentar e, também, com fins educativos - a horta também se constituir em uma ferramenta auxiliar da aprendizagem, relacionando, por exemplo, as práticas com o ensino de ciências”.

O projeto-piloto teve como alvo escolas municipais do estados do Maranhão e do Piauí, selecionados em virtude da situação de extrema vulnerabilidade na questão da segurança alimentar e nutricional. Conforme os indicadores sociais e econômicos levantados à época, 97% dos municípios maranhenses e 78% dos municípios piauienses apresentam algum tipo de fragilidade socioeconômica que termina por impactar no quesito da nutrição.

A etapa-piloto do projeto atendeu duas escolas públicas de São Luís: a Unidade de Educação Básica Jackson Lago, na zona urbana, e a Unidade de Educação Básica Augusto Mochel, na zona rural. Já no Piauí, duas escolas do município de José de Freitas foram selecionadas - Tia Amélia (urbana) e José Pacífico de Sousa (rural). 

A sequência de atividades contou, entre outros agentes e instituições, com a participação de técnicos da Extensão Rural, de estudantes de Ciências Agrárias e de Agronomia do Instituto Federal e de Pedagogia da Universidade Estadual do Maranhão. “A ideia foi levar oficinas para o público da comunidade escolar, divididas em diversas estações: de compostagem, do berçário (aprender a semear e transplantar), do jardim sensorial (plantas aromáticas, ervas e medicinais) e atividades práticas de cuidados básicos com a horta - barreiras contra o vento, entre outras”, detalha Lüdke.

Continuidade

Na avaliação do supervisor, não apenas foi plantada a semente, literalmente, nos canteiros das escolas, mas também a da vontade manifestada por aquela comunidade em dar prosseguimento às atividades. Mas não apenas esse público. Representantes de escolas localizadas em outros municípios, incluindo outros estados, têm solicitado informações a respeito do projeto Hortas Pedagógicas.

Com relação a essas demandas, Lüdke informa que estão sendo produzidos DVDs e apostilas contendo o passo a passo para a construção de uma horta, informações sobre boas práticas de aproveitamento dos alimentos para as merendeiras e planos de cardápio semanal para as nutricionistas, baseado nos produtos da horta.

Anelise Macedo (MTB 2.749/DF)
Embrapa Hortaliças

Press inquiries

Phone number: 61 3385-9109

Further information on the topic
Citizen Attention Service (SAC)
www.embrapa.br/contact-us/sac/

Image gallery