Web Content Display

 

As endívias, uma variedade de chicória, são cultivadas ao abrigo da luz, para que fiquem brancas, tenras e com um sabor amargo característico. Muito consumida na Europa, seu cultivo no Brasil é recente. Originária do oeste da Ásia e da Europa, na região onde hoje se situa a Bélgica, a endívia pertence à família Asterácea, portanto é próxima à alface, chicória e almeirão. É uma hortaliça de fácil digestão, rica em fibras e como outras folhosas, é pobre em calorias. Fornece vitaminas como folato e sais minerais, em especial o potássio.

A endívia se apresenta como um conjunto de folhas superpostas umas às outras como no repolho, mas com formato comprido e fino como uma espiga de milho. Têm sabor levemente amargo, porém delicado, e textura crocante. As folhas são de cor branco a creme no meio e amarelo claro ou roxo nas pontas. Quando as pontas das folhas tornam-se verdes, isso indica que o produto não é fresco e o sabor será extremamente amargo.

Escolha as endívias que se apresentem firmes, com aspecto de produto fresco e crocante, folhas bem compactas e fechadas na ponta e cor branco amarelada brilhante. Evite comprá-las quando as folhas apresentarem-se com as margens escurecidas, com pontos enegrecidos e com áreas pegajosas.

A endívia, quando mantida à temperatura baixa pode ser conservada fresca por até duas semanas. Em casa, após remover as folhas danificadas ou murchas, seque-a bem com papel absorvente ou pano de prato limpo, coloque em saco ou vasilha de plástico tampada e mantenha-a em geladeira até o consumo. Se as folhas externas escurecerem na geladeira, remova-as e utilize o restante. Quando expostas à luz, as pontas das folhas tornam-se verdes e há alteração do sabor com perda de qualidade.

A endívia congelada só se presta para consumo na forma refogada ou como ingrediente de pratos cozidos. Com o congelamento, a textura, o aroma e o sabor são prejudicados.

Antes de usar, remova as folhas externas que porventura estejam murchas ou danificadas, limpe a parte externa com um pano úmido e limpo, evitando lavá-las em água corrente. Remova a base da planta e com a ponta da faca retire o miolo a partir da base.

Quando for usá-la crua, pique-a em seguida no tamanho desejado e lave as folhas. Para cozinhar, mantenha-a inteira.

A endívia é mais comumente usada crua em saladas, temperada com molhos à base de azeite e vinagre, e enriquecida com nozes, castanhas e queijos como gorgonzola ou outro de sua preferência. As folhas destacadas têm o formato de uma canoa e podem ser servidas cruas recheadas com saladas, patês ou molhos de diversos sabores.

A endívia também pode ser cozida, assada ou refogada e usada como ingrediente em pratos como sopas, quiches e gratinados. Podem ser servidas como entrada, como acompanhamento ou como prato principal. São especialmente apreciadas no preparo de risotos. Para servir como prato principal, podem ser assadas, recheadas com carne vermelha, frango ou peixe.


Receitas

Salada de endívia e laranja
Nível: fácil

Endívia ao forno
Nível: fácil

Barquete de endívia
Nível: fácil