Web Content Display

O tomate está entre as hortaliças mais consumidas no mundo, sendo uma fonte de vitaminas A e C e de sais minerais como potássio e magnésio. É um fruto originário dos países andinos, desde o norte do Chile até a Colômbia. Pertence à família das Solanáceas, como o pimentão, o jiló, a berinjela e a batata.

No mercado são encontrados vários tipos de tomate: Santa Cruz, Caqui, Italiano, Cereja e Saladinha. O tomate denominado longa vida tem maior conservação pós-colheita. No mercado, tem a mesma aparência dos outros, mas quando bem maduro e vermelho ele se mantém firme por mais tempo. Em alguns mercados também se encontra tomate Cereja e do grupo Santa Cruz de cor amarela.

A cor, a firmeza e a sanidade são as características mais importantes na hora da compra. Os frutos devem estar de vez quando se pretende conservá-los em casa por mais tempo. Quando totalmente vermelhos servem para consumo imediato ou para molho. Evite comprar os frutos totalmente verdes (eles podem não amadurecer), com furos, com manchas ou ferimentos. Ao escolher os frutos deve-se evitar apertá-los ou jogá-los na banca para não estragá-los.

Os tomates se conservam relativamente bem fora da geladeira por poucos dias. Tomates vermelhos se estragam mais rapidamente por isto se não forem consumidos imediatamente devem ser colocados na geladeira, na parte inferior, dentro de sacos de plástico perfurados. Tomates de vez devem ser mantidos em ambiente natural até o completo amadurecimento, pois se mantidos em geladeira, perdem qualidade quanto ao sabor e aroma.

O tomate cru (inteiro ou picado) não deve ser congelado. Somente o molho de tomate pode receber este tratamento.

O tomate pode ser consumido em saladas, purê, molho, doce, geleia ou suco. Prefira tomates maduros ou de vez, pois o tomate verde não tem valor nutritivo adequado.

Os tomates tipo Caqui são mais indicados para salada. Para preparo de molho, purê e geleia prefira os tomates Santa Cruz ou Saladinha que apresentam maior rendimento. O tomate cereja pode ser usado inteiro como aperitivo ou em saladas.

Quando o tomate é consumido cru, principalmente com casca, é fundamental higienizá-los bem antes do consumo. Após lavagem em água corrente, os frutos devem ser deixados de molho em água filtrada, à qual se adiciona um sanitizante próprio para desinfecção de hortaliças. Este sanitizante, geralmente à base de cloro, deve ser usado na dose e pelo tempo indicados no rótulo. Em seguida, enxágue os frutos com água filtrada. Esse tratamento, assim como o uso de vinagre não elimina resíduos de pesticidas ou agrotóxicos, mas elimina microorganismos que possam estar na casca e causar danos à saúde.


Receitas

Geleia de tomate
Nível: fácil

Farofa crua de tomate
Nível: fácil

Bolo salgado de tomate
Nível: fácil

Arroz de tomate
Nível: fácil