Web Content Display

Projeto gráfico

Esta publicação descreve, passo a passo, as recomendações tecnológicas dos resultados de pesquisa, de cunho científico e prático, relativas ao processo produtivo agropecuário e silvícola, desde que sejam factíveis e viáveis, e devidamente validadas.

Cada Unidade de P&D, de acordo com sua missão, publicará um conjunto de títulos correspondentes às espécies de plantas cultivadas, aos animais e às espécies florestais de maior interesse econômico, ou às que se deseja fomentar, ainda que não tenham importância atual.

Cada sistema deve ser preparado por uma equipe interdisciplinar e coordenado por um editor técnico (pesquisador ou especialista no assunto) da Unidade Responsável pelo Conteúdo.

A primeira versão de cada publicação desta série deve ser submetida a um grupo de técnicos e agricultores, diretamente envolvidos nas cadeias produtivas correspondentes, para colher os subsídios necessários à validação de seu conteúdo.

Cada edição será atualizada em intervalos a serem estabelecidos conforme o avanço dos conhecimentos.

Em cada número, serão tratados todos os aspectos da tecnologia da cadeia respectiva, tendo como base o roteiro a seguir.

Roteiro-padrão para Sistemas de Cultivo

Introdução e importância econômica

Importância econômica, agrícola e alimentar, principais regiões produtoras, área plantada, produção, média de produtividade e aspectos comerciais.

Clima

Exigências climáticas (temperatura, umidade relativa, precipitação, ventos, fotoperíodo, etc.).

Solos

Escolha da área, topografia, preparo do terreno, calagem, aração, gradagem, sulcamento, conservação.

Adubação e correção

Exigências nutricionais e sintomas de deficiências, aplicação de adubos e corretivos, matéria orgânica, diferentes formas de aplicação e rendimentos correspondentes.

Cultivares

Características comerciais e/ou industriais desejáveis, bem como características agronômicas, época de cultivo, locais aos quais se adaptam melhor, resistência a doenças, produtividade e outras.

Produção e obtenção de mudas ou sementes

Sementes, sementeira ou viveiro de mudas (escolha do local, preparo, adubação, semeadura, espaçamento, tratos culturais, colheita).

Plantio

Plantio direto, semeadura, transplante, espaçamento.

Irrigação

Necessidade de água nos diferentes estágios de desenvolvimento das plantas, manejo, turno de rega, época de paralisação.

Tratos culturais

Capina, amontoa, desbaste, tutoramento, amarração, desbrota, adubação de cobertura, rotação de culturas, etc.

Manejo de plantas daninhas

Principais espécies de plantas daninhas, métodos culturais e mecânicos de controle, aplicação de herbicidas (inclusive princípios ativos registrados), etc.

Doenças e métodos de controle

Doenças transmitidas por fungos, bactérias, vírus e nematoides (agentes patogênicos, etiologia e sintomatologia), danos, distúrbios fisiológicos, métodos de controle inclusive manejo integrado.

Pragas e métodos de controle

Principais artrópodes-pragas, hábitos, proliferação, níveis de danos e métodos de manejo integrado de pragas.

Normas gerais sobre o uso de agrotóxicos

Cuidados gerais no manuseio de produtos e de equipamentos.

Colheita e pós-colheita

Ponto de colheita, métodos, manuseio e preparo do produto para comercialização, armazenamento.

Mercados e comercialização

Classificação, embalagem, transporte, informações de mercado (inclusive variação estacional de preços).

Coeficientes técnicos, custos, rendimentos e rentabilidade

Necessidades de insumos e operações (para 1 hectare). Rendimentos e custos previstos para as diferentes opções de manejo; rentabilidade com base em média de preços de mercado.

Roteiro-padrão para Sistemas de Criação

Introdução e importância econômica

Características da espécie, importância econômica e alimentar, média de produtividade e aspectos comerciais.

Aspectos agro e zooecológicos

Distribuição geográfica, necessidades ecológicas do animal.

Raças, características e exigências ecológicas

Tipo e conformação, peso, sexo, identificação, idade.

Infraestrutura

Instalações e equipamentos necessários, dimensionamento.

Alimentação

Alimentos mais utilizados, manejo da alimentação.

Reprodução

Idade e época de acasalamento, manejo de crias, controle, etc.

Manejo sanitário

Principais problemas sanitários, vacinações, vermifugações e outros cuidados.

Mercados e comercialização

Informações de mercado, preços e comercialização.

Coeficientes técnicos, custos, rendimentos e rentabilidade

Custos de produção baseados em necessidades de insumos e operações. Rendimentos previstos para as diferentes raças e opções de manejo; rentabilidade com base em média de preços.

Características do projeto gráfico

Formato: 16 cm x 22 cm

Fonte:  Arial

Corpo: 10

Acabamento: canoa (até 64 páginas) ou brochura (a partir de 65 páginas)

Tipo de papel e tiragem: a critério da Unidade

 

Arquivos para download
1ª e 4ª capas (com Unidade parceira) – 289 KB - Corel Draw 12
1ª e 4ª capas (sem Unidade parceira) – 299 KB - Corel Draw 12
Sistemas de Produção (com Unidade parceira) – 569 KB - InDesign
Sistemas de Produção (sem Unidade parceira) – 560 KB - InDesign
É obrigatório obedecer ao projeto gráfico. No arquivo anexo, estão gravados os originais dos arquivos a serem usados, apresentando os modelos de fonte; tamanho de corpo para texto, títulos e subtítulos; mancha gráfica; ponto exato para aplicação de marcas, título e foto.
A padronização de grafia de título da capa, de título principal do artigo, de títulos 1, 2, 3 e 4 pode ser observada nos exemplos no final do texto. Observar também os modelos de legendas de figuras, de títulos e de cabeçalhos de tabelas.
Para revisão de textos, deve-se seguir as normas de padronização deste Manual.

Projeto gráfico para Sistemas de Produção sem parceria entre Unidades

Primeira capa

A primeira capa apresenta os seguinte elementos:

  • Nome da série e número sequencial.
  • ISSN, mês e ano de publicação.
  • Título da publicação grafado com letras iniciais maiúsculas.
  • Número da edição (a partir da 2ª edição).

O título deve resumir-se às palavras Cultivo da (do) ou Criação (de) e o nome comum da espécie considerada. Quando o sistema de produção for regionalizado ou referir-se a uma forma especial de exploração, poderá ser usado um subtítulo ou ressalva breve.

Exemplo:

Cultivo da Soja no Cerrado: Criação de Bovinos de Corte em Confinamento.

  • Marca da Embrapa centralizada na base.
  • Marca(s) de empresa(s) parceira(s) – se houver parceria – na base, no canto esquerdo, e a marca da Embrapa no canto direito.

Modelo de capa sem Unidades parceiras, sem lombada e sem marca de empresa parceira.

É preciso manter a padronização do leiaute de capa, usando-se uma imagem para ocupar o espaço a ela destinado. Pode-se apresentar, como ilustração, uma foto com o motivo do assunto (preferencialmente), um desenho geométrico ou a reprodução de uma pintura (que já tenha caído em domínio público). Se não for possível aplicar uma ilustração, o leiaute da capa permanece o mesmo, com o espaço reservado à foto/ilustração em branco.

Segunda capa   

Espaço não destinado à impressão.

Este espaço era ocupado pela lista de autoridades, conforme RN nº 1, de 26/1/2001, publicada no BCA nº 5, de 29/1/2001, hoje revogada pela RN nº 18, de 29/9/2006,  publicada no BCA  nº 45, de 2/10/2006, de acordo com o Parecer da AJU nº 25.514/2006 (Embrapa, 2006) que suspende a lista de autoridades.

Terceira capa       

Espaço que poderá ser utilizado para colofão, propaganda ou texto institucional de patrocinador ou da própria Embrapa.

Quarta capa

A quarta capa apresenta os seguintes elementos:

  • Assinatura-síntese da Unidade Responsável pelo Conteúdo na parte superior, centralizada.
  • Marca(s) de empresa(s) patrocinadora(s) e/ou apoiadora(s) – se houver patrocínio e/ou apoio – acima da assinatura do governo federal, centralizada(s). Os termos “Patrocínio” e “Apoio” devem constar acima das respectivas marcas. A marca da empresa que presta apoio localiza-se à direita da marca de patrocínio.
As empresas patrocinadoras podem ser públicas ou privadas.
  • Assinatura vigente do governo federal (marca do governo, nome completo do ministério da agricultura  e ministérios parceiros). Todo o conjunto de assinaturas deve ficar centralizado na base (consultar o guardião da marca).
  • O número do CGPE deve ser colocado no canto inferior direito, próximo à lombada, em sentido vertical, de baixo para cima, e grafado em fonte Arial, corpo 9, em redondo, em negrito e em preto.

Modelo de quarta capa com patrocínio e apoio.

Lombada

Haverá lombada em caso de brochura, a partir de 8 mm. A lombada deve conter o nome e o número da série e a marca da Embrapa, na posição vertical, de cima para baixo.

Modelo de capa sem Unidades parceiras, com lombada e com marca de empresa parceira.

Folha de rosto

A folha de rosto apresenta os elementos essenciais de identificação da publicação, na seguinte ordem:

  • ISSN e mês e ano de publicação, no canto superior direito.
  • Nome da Embrapa (por extenso, sem a sigla); nome-síntese da Unidade Responsável pelo Conteúdo; nome completo do ministério da agricultura; e nome(s) de empresa(s) parceira(s) – se houver parceria.
  • Nome e número da série.
  • Título da obra grafado com letras iniciais maiúsculas.
  • Nome do(s) editor(es) técnico(s), até cinco.
O crédito de autoria desta série deve ser feito na folha de rosto para o(s) editor(es) técnico(s), e para o(s) autor(es) na página “Autores”, incluindo o(s) editor(es) técnico(s).
  • Número da edição (a partir da 2ª edição).
A partir da 2ª edição, o título, o número do ISSN e da série permanecem iguais, mas o mês e o ano da publicação são alterados, tanto para a versão impressa, quanto para a on-line.
  • Imprenta (nome-síntese da Unidade Editora, local e ano de publicação).
O(s) nome(s) do(s) editor(es) técnico(s) deve(m) ser grafado(s) em itálico, em claro. A função Editor Técnico deve ser grafada em redondo, em claro, abaixo do(s) nome(s) do(s) editor(es).
Observar os destaques em negrito e em itálico.

Verso da folha de rosto

Espaço destinado às seguintes informações:

  • Na parte superior, os dizeres: "Exemplares desta publicação podem ser adquiridos na:".
  • Nome-síntese da Unidade Responsável pelo Conteúdo e endereço do local onde a publicação pode ser adquirida.
  • Comitê Local de Publicações da Unidade Responsável pelo Conteúdo (presidente, secretário-executivo e membros).
  • Relação do corpo técnico que participou do processo editorial da publicação.
Quando houver participação de corpo técnico das duas Unidades Responsáveis pelo Conteúdo, deve-se dispor a relação dos nomes em blocos de texto, alinhados à esquerda, na mesma altura, lado a lado.
  • Número da edição, número da impressão, ano de publicação e tiragem de exemplares.
  • Notificação sobre direitos autorais.
  • Ficha de Catalogação na publicação, de acordo com a Anglo American Cataloguing Rules (AACR2), incluindo o ISSN e a Classificação Decimal de Dewey (CDD).
  • Copirraite, Embrapa e ano.
Somente os nomes das pessoas devem ser grafados em itálico, em claro.
Observar os destaques em negrito.

Página de autores

Esta página, denominada "Autores", deve apresentar o nome do(s) autor(es) e do(s) editor(es) técnico(s), em ordem alfabética ou por ordem de importância, seguido da formação  acadêmica, do mais alto grau acadêmico, da função na empresa e da localidade da instituição. Inicia-se em página ímpar.

Exemplo:

Calunga da Conceição Americano do Brasil

Engenheira-agrônoma, Ph.D. em Fitopatologia, pesquisadora da Embrapa Cerrados, Brasília, DF

Em caso de falecimento de autor, deve-se colocar uma nota após o seu nome. Essa informação deve ser registrada usando-se a expressão (in memoriam), entre parêntesis, em redondo e com fonte normal.

Em caso de autor aposentado da Embrapa, deve-se colocar o nome completo do autor, a formação acadêmica, o mais alto grau acadêmico, a função na empresa seguida da expressão "aposentado da", o nome e a localidade da instituição.

Exemplo:
Francisco da Silva
Engenheiro-agrônomo, M.Sc. em Fitopatologia, pesquisador aposentado da Embrapa Solos, Rio de Janeiro, RJ

ATENÇÃO: Autor é a pessoa física criadora da obra literária, artística ou científica. Não são considerados autores aqueles que têm participação de natureza exclusivamente de apoio técnico à publicação ou ainda como colaborador. Indicar como autor alguém que não exerceu essa função em uma obra, pode gerar responsabilidade administrativa e civil ao responsável por essa indicação.
Somente o(s) nome(s) do(s) autor(es) deve(m) ser grafado(s) em negrito.

Agradecimentos

Pode haver, a critério do editor técnico. Inicia-se em página ímpar.

Apresentação

Texto que deve apresentar informações sobre o assunto abordado. Deve ter quatro parágrafos de, no máximo, oito linhas. Deve ser assinada pelo chefe da Unidade Responsável. Inicia-se em página ímpar.

O nome deve ser grafado em itálico, em claro, e o nome do cargo em redondo, em claro.

Sumário

Deve apresentar títulos e subtítulos. Inicia-se em página ímpar.

Introdução

Texto que deve apresentar, com clareza, tema e objetivos do trabalho. Inicia-se em página ímpar.

Texto

O texto deve ser escrito em linguagem clara e objetiva e deve ser enriquecido com ilustrações e fotografias, sempre que for necessário, para facilitar a compreensão das informações. As recomendações serão sempre de caráter prático, e os autores devem abster-se de discutir controvérsias científicas. Pode ou não haver citações de fontes ao longo do texto. Se houver, deverão ser referenciadas.

Esta série não tem nota de rodapé para o autor. As informações devem constar da página “Autores”.

Glossário

Cada número desta série deve conter um glossário, para facilitar o entendimento de terminologia técnica. Inicia-se em página ímpar.

Referências e citações

As referências devem ser normalizadas de acordo com as normas contidas neste Manual, na aba Referência, adaptadas das normas vigentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), NBR 6023 (Associação Brasileira de Normas Técnicas, 2002b). Não é necessário iniciar em página ímpar.

As citações devem ser normalizadas de acordo com as normas vigentes neste Manual, na aba Citação, adaptadas das normas vigentes da ABNT, NBR 10520 (Associação Brasileira de Normas Técnicas, 2002a).

As referências devem ser grafadas em claro, com os destaques em negrito, com corpo dois pontos abaixo do corpo utilizado no texto.

Colofão

O colofão (impressão e acabamento e nome da gráfica ou da Unidade que imprimiu a obra) é aplicado na última página em branco ou na terceira capa, centralizado. Deve ser grafado em itálico, com o nome da gráfica ou da Unidade, em negrito.

Projeto gráfico para Sistemas de Produção com parceria entre Unidades

Primeira capa

A primeira capa apresenta os seguinte elementos:

  • Nome da série, sem o número sequencial.
  • Mês e ano de publicação, sem o número do ISSN.
  • Título da publicação grafado com as letras iniciais maiúsculas.
  • Número da edição (a partir da 2ª edição).
  • Marca da Embrapa centralizada na base.
  • Marca(s) de empresa(s) parceira(s) – se houver parceria – na base, no canto esquerdo, e a marca da Embrapa no canto direito.

Modelo de capa com Unidades parceiras, sem lombada e sem marca de empresa parceira.

Segunda capa

Espaço não destinado à impressão.

Terceira capa

Espaço que poderá ser utilizado para colofão, propaganda ou texto institucional de patrocinador ou da própria Embrapa.

Quarta capa

A quarta capa apresenta os seguintes elementos:

  • Marca da Embrapa e a assinatura vigente do governo federal (marca do governo, nome completo do ministério da agricultura  e ministérios parceiros). Todo o conjunto de assinaturas deve ficar centralizado na base (consultar o guardião da marca).
  • Marca(s) de empresa(s) patrocinadora(s) e/ou apoiadora(s) – se houver patrocínio e/ou apoio – acima da assinatura do governo federal, centralizada(s). Os termos “Patrocínio” e “Apoio” devem constar acima das respectivas marcas. A marca da empresa que presta apoio localiza-se à direita da marca de patrocínio.

Modelo de quarta capa com patrocínio e apoio.

Lombada

Haverá lombada somente em caso de brochura (a partir de 8 mm). Na lombada deve conter o nome da série, sem o número sequencial, e a marca da Embrapa, na posição vertical, de cima para baixo.

Modelo de capa com Unidades parceiras, com lombada, e com marca de empresa parceira.

Folha de rosto

A folha de rosto apresenta os elementos essenciais de identificação da publicação, na seguinte ordem:

  • Mês e ano de publicação, alinhados à direita.
  • Nome da Embrapa (por extenso, sem sigla); nome completo do ministério da agricultura; e nome(s) de empresa(s) parceira(s) – se houver parceria.
  • Nome da série seguido do número que será dado para cada Unidade, seguido do nome-síntese da Unidade Responsável e do número do ISSN.
  • Título da publicação grafado com letras iniciais maiúsculas.
  • Nome do(s) editor(es) técnico(s), até cinco.
  • Número da edição (a partir da 2ª edição).
  • Imprenta (nome da Unidade Editora, local e ano de publicação).
O(s) nome(s) do(s) editor(es) técnico(s) deve(m) ser grafado(s) em itálico, em claro; e a função Editor(es) Técnico(s), em redondo, em claro.
Observar os destaques em negrito e em itálico.

Verso da folha de rosto

Espaço destinado às seguintes informações:

  • Na parte superior os dizeres: "Exemplares desta publicação podem ser adquiridos na:".
  • Nome-síntese das Unidades Responsáveis pelo Conteúdo e endereço dos locais onde a publicação pode ser adquirida. Dispor essas informações das Unidades Responsáveis pelo Conteúdo em blocos de texto alinhados à esquerda, na mesma altura, lado a lado.
  • Comitê de Publicações das Unidades Responsáveis pelo Conteúdo (presidente, secretário-executivo e membros). Dispor essas informações em blocos de texto alinhados à esquerda, na mesma altura, lado a lado.
  • Relação do corpo técnico que participou do processo editorial da publicação.
  • Número da edição, número da impressão, ano de publicação e tiragem de exemplares.
  • Notificação sobre direitos autorais.
  • Ficha de Catalogação na publicação, de acordo com a Anglo American Cataloguing Rules (AACR2), incluindo o ISSN e a Classificação Decimal de Dewey (CDD).
  • Copirraite, Embrapa e ano.
Somente os nomes das pessoas devem ser grafados em itálico, em claro.
Observar os destaques em negrito.

Página de autores

Esta página, denominada “Autores”, deve apresentar o nome-síntese da(s) Unidade(s) Responsável(is) pelo Conteúdo e a relação do(s) nome(s) do(s) editor(es) técnico(s) e do(s) autor(es), em ordem alfabética, seguido(s) da formação acadêmica, do grau acadêmico, da função na empresa e da localidade. Inicia-se em página ímpar.

Observar os destaques em negrito e em itálico.
Salvar
Página anterior  

Salvar
Salvar
Salvar