Registros (1972-1979)

 

Entrega do projeto para criação da Embrapa ao ministro da agricultura pela comissão oficial encarregada dos estudos pertinentes.
No sentido horário, a partir da cabeceira da mesa, à esquerda: ministro Luiz Fernando Cirne Lima, Ezelino Alonso de Araújo Arteche (veterinário), Reynholds Stefanes (economista), Ivan Turguenef Cajueiro (agrônomo), José Irineu Cabral (economista), José Ubirajara Coelho Timm (advogado), Mário Olinto Campos de Araújo (economista) e Roberto Meireles de Miranda (agrônomo).

 

O Ministro da Agricultura, Luiz Fernando Cirne Lima, participa da última reunião com delegação estrangeira sobre a nova empresa, a Embrapa, antes de sua renuncia do Ministério.

1975

 

Ato de instalação da Embrapa, em 26 de abril de 1973. Da esquerda para a direita, José Irineu Cabral, primeiro diretor-presidente da Embrapa, Luiz Fernando Cirne Lima, Ministro da Agricultura, o Embaixador da Alemanha no Brasil, o representante das Nações Unidas no Brasil e o representante da Agência Norte-Americana para o Desenvolvimento Internacional (USAID) em Brasília, DF.

 

Reunião histórica ocorrida em 26 de abril de 1973, quando a primeira Diretoria-Executiva da Embrapa discutiu seus planos para o futuro, que incluíam o audacioso projeto de treinamento no âmbito de pós-graduação, para 2 mil pesquisadores. Estavam presentes na reunião presidida por José Irineu Cabral, os diretores Roberto Meirelles Miranda, Eliseu Roberto Andrade Alves, Edmundo da Fontoura Gastal, o comunicador social Francisco Tarcisio Góes de Oliveira e Levy Pinto de Castro, novo Superintendente da Empresa.

 

Abertura da Sala de Reunião na Embrapa Sede. Homenagem ao Dr. Álvaro Barcellos Fagundes, um dos primeiros brasileiros, PHD, no campo da agricultura.

1974

 

Flagrante tomado por ocasião da inauguração do Centro de Pesquisa do Trigo.

1974

 

Instalação do primeiro Museu Temático da Embrapa no Centro nacional de pesquisa de Trigo, Passo Fundo, RS.

1974

 

Prêmio Nobel da Paz Norman Borlaug, criador da Revolução Verde, em visita à sede da Embrapa em Brasília, DF.

 

Professor Almiro Blumenshein assume o cargo de Diretor Executivo da Embrapa, substituindo Roberto Meireles. Estavam Presentes o Ministro Paulinelly, Irineu Cabral e seu chefe de Gabinete, Luis Carlos Guedes Pintos. Almiro foi o principal responsável pela implantação das Unidades Descentralizadas da Embrapa.

1974

 

Antes de deixar a sede da Embrapa o presidente da República, Ernesto Geisel, assegurou ao Ministro da Agricultura, Alysson Paulinelli e ao seu diretor-presidente, José Irineu Cabral: "Não mudem a rota: o caminho é este que foi traçado".

 

Assinatura da parceria entre a Embrapa e a CEPLAC.

1974

 

Entrega do primeiro Prêmio Frederico de Menezes Veiga ao pesquisador Ursulino Veloso, Ph.D, criador de variedades de algodão para o Nordeste.

 

O ministro da Agricultura Alysson Paulinelly e J. Irineu Cabral, presidente da Embrapa em companhia do Ministro do Interior, Maurício Rangel Reis, membro do Conselho de Administração da Embrapa.

1975

 

Os pacotes tecnológicos contribuíram para ampliar as taxas de retorno da agricultura brasileira.

 

 Reunião da Diretoria Executiva da Embrapa. Presentes, J. Irineu Cabral e Eliseu Alves, que o substituiu na Presidência em 16 de março de 1979.

1975

 

Assinatura de ato de cooperação técnica entre a Embrapa e o governo de Minas Gerais com a presença do presidente da República, governador e ministros de estado.

1977

 

Assinatura da parceria com o Banco do Nordeste do Brasil.

1975

 

Placa assinalando a inauguração do Centro Nacional de Pesquisa do Cerrado.

 

Visita ao campo experimental do Centro nacional de Pesquisa de Trigo, onde destacam-se as figuras de Ivan Cajueiro, chefe da Assessoria de Comunicação da Embrapa, do presidente do INTA na Argentina e de José Pelúcio , presidente da FINEP.

1975

 

Primeiro Prêmio Frederico de Menezes Veiga. Antônio Teixeira Vianna (Fazenda Canchin/SP).

 

Instalação do Centro Nacional do Algodão em Campina Grande, Paraíba. Presidente Geisel observa peça do Museu do Algodão.

1975

 

Reunião com o governador do Rio Grande do Sul, Sinval Guazelli, para estabelecer um sistema de cooperação Embrapa - Rio Grande do Sul.

1975

 

Reunião de fundação da Empresa Estadual de pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - PESAGRO.

1975

 

Reunião registrando a fundação da Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária de Santa Catarina.

1975

 

Inauguração da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, pelo ministro Alysson Paulinelli. Brasília, 26 de novembro de 1976.

 

Hasteamento de bandeiras na solenidade de inauguração do Centro Nacional de Pesquisa de Milho e Sorgo em Sete Lagoas, MG. Da esquerda para a direita, Agripino Abranches, secretário de Estado da Agricultura, Alysson Paulinelli, ministro da Agricultura, e Sérgio Emílio de Vasconcelos Costa, prefeito de Sete Lagoas, MG.

 

Grupo de dirigentes e líderes dos serviços de pesquisa agropecuária (Embrapa) e dos serviços de extensão rural (Embrater), em visita ao presidente da República, Ernesto Geisel, no Palácio do Planalto em Brasília, DF.

1977

 

Visita do presidente da CSIRO, órgão de pesquisa agropecuária da Austrália, com a diretoria executiva da Embrapa.

 

Ato inaugural da Unidade de Pesquisa Florestal, em Colombo, PR. Estavam presentes o Ministro da Agricultura, Alisson Paulinelli e o governador do estado.

1978

 

O Ministro da Agricultura, Alysson Paulinelly e o Presidente da Embrapa, J. Irineu Cabral, entregam uma sela modelo brasileiro ao Príncipe Charles em visita ao Centro Nacional de Pesquisa do Cerrados.

 

Alysson Paulinelly e Irineu Cabral inspecionam obras de construção do Cenargen em Brasília.