Os princípios do Paratec Vermes foram baseados em conhecimentos atuais e mundialmente aceitos sendo necessário o criador entender seus fundamentos.

Mesmo animais saudáveis abrigam vermes – conviver com eles é o objetivo principal do Paratec Vermes, já que a erradicação não é um objetivo apropriado nem alcançável.

Cada propriedade rural é única e o gerenciamento efetivo da verminose pode ser diferente em cada uma delas.

A maior parte da população de vermes se encontra no ambiente na forma de larvas no pasto. Logo, o controle da verminose apenas no animal é insustentável.

Os animais variam em susceptibilidade aos parasitos podendo ser mais ou menos sensíveis dependendo da sua genética (raças) e idade (imunidade).

Os animais podem ser criados seletivamente para maior resistência ou tolerância aos vermes.

Animais bem alimentados são menos afetados por vermes do que aqueles mal nutridos.

Em algumas épocas do ano há mais vermes do que em outras, dependendo principalmente da temperatura e umidade.

De uma forma geral, os programas regionais do Paratec Vermes se baseiam em:

  • Usar várias estratégias
  • Reduzir a contaminação
  • Manter baixa a carga de vermes
  • Manter o desempenho produtivo
  • Reduzir ao máximo o uso de medicamentos